PUBLICIDADE
Palmeiras
NOTÍCIA

Egídio volta e Palmeiras faz treino pegado em reapresentação

A reapresentação do Palmeiras na Academia de Futebol, nesta segunda-feira, teve treino pegado. Com os titulares fazendo recuperação, apenas os atletas que não atuaram na vitória sobre o Flamengo, além de Jean, Thiago Santos e Zé Roberto, que entraram no decorrer do duelo contra os cariocas, foram a campo. Após o aquecimento dos jogadores, Alberto [?]

17:45 | 13/11/2017

A reapresentação do Palmeiras na Academia de Futebol, nesta segunda-feira, teve treino pegado. Com os titulares fazendo recuperação, apenas os atletas que não atuaram na vitória sobre o Flamengo, além de Jean, Thiago Santos e Zé Roberto, que entraram no decorrer do duelo contra os cariocas, foram a campo.

Após o aquecimento dos jogadores, Alberto Valentim dividiu o grupo em dois times, que se enfrentaram em campo reduzido. Pelo número de atletas disponíveis, alguns garotos da base completaram a atividade, como ocorre normalmente, e um deles acabou sendo destaque no trabalho.

Primeiro, o lateral-esquerdo Julio, do Sub-20, disputou uma bola com Fabiano. O garoto caiu no gramado com o rosto no chão, mas foi o camisa 22 quem levou a pior na jogada, precisou do atendimento médico da comissão alviverde e deixou o gramado mancando.

Pouco depois, Julio esteve envolvido em outro lance que chamou a atenção dos presentes. Em ataque da equipe com colete pelo lado direito, onde o garoto estava atuando, Erik quase marcou o gol. Imediatamente, o zagueiro Antônio Carlos se voltou para o lateral e esbravejou: ?C? Julio! É a terceira que ele passa, p?! Fica de frente!?. O defensor já havia se irritado com os companheiros momentos antes, quando pediu mais firmeza à sua equipe, que perdia o coletivo.

Por fim, Róger Guedes, que já havia sofrido falta dura de Arouca, disputou jogada no ataque e ficou sentindo o pé direito. O camisa 23 também precisou de atendimento médico e deixou o gramado mancando e sem a chuteira.

A maior novidade no treino ficou por conta do retorno de Egídio. O camisa 6, que segundo o treinador Alberto Valentim foi liberado para resolver problemas particulares na última sexta-feira, e acabou fora do jogo contra o Flamengo, no domingo, participou normalmente dos trabalhos.

Assim, o lateral está à disposição para atuar contra o Sport, na quinta-feira, às 20h (de Brasília), no Palestra Itália, mas terá de superar a concorrência de Michel Bastos. O camisa 15 foi titular contra o Flamengo e mostrou bom desempenho na ala.

Na última quinta-feira, cobrado pelo único torcedor alviverde presente no desembarque da equipe em São Paulo, Egídio rebateu mandando o presente ?tomar no c??. A atitude rendeu uma multa ao atleta, aplicada pelo Palmeiras por conta de um ?comportamento inadequado?. Nesta sexta-feira, os atletas saíram em defesa do jogador.

Horas mais tarde da discussão no aeroporto de Guarulhos, Egídio fez questão de explicar o ocorrido. Apesar de as ofensas ao jogador não terem sido gravadas, o atleta alega que o torcedor xingou sua mãe, já falecida, o que fez com que perdesse a cabeça.

Gazeta Esportiva

TAGS