PUBLICIDADE
Esportes

Clayson se manifesta após ser acusado de cuspir em Felipe Melo

Clayson se manifestou nesta segunda-feira sobre a acusação feita por Felipe Melo de que ele teria cuspido no volante do Palmeiras no túnel que dá acesso aos vestiários durante o intervalo do Derby do último domingo. Através de um comunicado oficial, o atacante do Corinthians negou veementemente que teria agredido o rival. Na saída do [?]

22:45 | 06/11/2017

Clayson se manifestou nesta segunda-feira sobre a acusação feita por Felipe Melo de que ele teria cuspido no volante do Palmeiras no túnel que dá acesso aos vestiários durante o intervalo do Derby do último domingo. Através de um comunicado oficial, o atacante do Corinthians negou veementemente que teria agredido o rival.

Na saída do estádio, após a vitória por 3 a 2 em Itaquera, Clayson já havia afirmado que não teve qualquer contato com Felipe Melo enquanto se dirigia para o vestiário de sua equipe. Desta vez, porém, ele foi ainda mais longe, detalhando o ocorrido polêmico com o volante alviverde.

?Diferentemente do que estou sendo acusado, não cuspi em ninguém. Isso está claro nas imagens, que mostram que, de forma alguma, eu cuspi em direção ao Felipe Melo?, se manifestou o jogador antes de detalhar o episódio.

?Pouco depois de o Felipe vir até mim, sendo segurado pelo Kazim, veio algum objeto em minha direção. Vendo as imagens, com calma, percebe-se que alguém atira algo em mim e não é possível identificar com clareza quem foi. No reflexo, tive uma reação natural de devolver o que recebi; Em seguida, o Felipe atira sua munhequeira em mim?, prosseguiu.

Através de uma de suas redes sociais, Felipe Melo trouxe a suposta cusparada de Clayson à tona ao publicar um vídeo filmado por outro ângulo em que mostra o atacante do Corinthians supostamente fazendo o movimento contra o rival palmeirense. O volante, inclusive, escreveu ?Cuspindo?! Que coisa feia! Tem idade para ser meu neto. Vai ver é mal de família! ?.

O árbitro da partida, o gaúcho Anderson Daronco, não relatou na súmula a confusão entre Felipe Melo e Clayson, entretanto, isso não significa que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não possa indiciá-los após analisar as imagens.

Confira na íntegra o comunicado divulgado pelo atacante Clayson:

Como disse, ainda na Arena Corinthians, apenas reagi a uma agressão. Diferentemente do que estou sendo acusado, não cuspi em ninguém. Isso está claro nas imagens, que mostram que, de forma alguma, eu cuspi em direção ao Felipe Melo. Na sequência, ele arremessa sua munhequeira em mim.

Pouco depois de o Felipe vir até mim, sendo seguro pelo Kazim, veio algum objeto em minha direção. Vendo as imagens, com calma, percebe-se que alguém atira algo em mim e não é possível identificar com clareza quem foi. No reflexo, tive uma reação natural de devolver o que recebi. Em seguida, o Felipe atira sua munhequeira em mim.

Tudo isso só aconteceu porque o Felipe, que já saia do gramado, voltou, me esperou e veio em minha direção apontando o dedo, com ameaças e muitos xingamentos. O Kazim entrou no meio para apaziguar e, durante esta confusão, alguém jogou algo em mim, desencadeando todo o ocorrido já descrito acima.

Nunca foi, não é e nunca será da minha índole estar envolvido em polêmica. Pelo contrário! No entanto, diante das provocações, a situação do jogo quente e de algo ter sido jogado contra mim, reagi. Sempre primei pelo trabalho, boa educação e respeito ao adversário. Princípios que, sim, aprendi com minha família. Família, uma entidade que está acima de tudo, merece todo nosso carinho, admiração, faz o ser humano ser quem ele é e não deve nunca ser agredida ou ofendida.

Para mim, quando termino um jogo, acaba em campo, um espetáculo para a família. Espetáculo nas quatro linhas, sem levar nada para fora. Esse é o meu caráter e o profissional que eu sou.

Gazeta Esportiva

TAGS