PUBLICIDADE
Esportes

Após ?jogo intenso?, Zé Roberto fala em missão cumprida no Palmeiras

Zé Roberto se despediu do Palestra Itália nesta segunda-feira como jogador profissional. Defendendo o Palmeiras desde 2015, o veterano de 43 anos encerrou sua trajetória na casa alviverde com chave de ouro, vencendo o Botafogo por 2 a 0 e atuando durante os 90 minutos. Campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro com [?]

21:30 | 27/11/2017

Zé Roberto se despediu do Palestra Itália nesta segunda-feira como jogador profissional. Defendendo o Palmeiras desde 2015, o veterano de 43 anos encerrou sua trajetória na casa alviverde com chave de ouro, vencendo o Botafogo por 2 a 0 e atuando durante os 90 minutos. Campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro com o Verdão, o lateral-esquerdo não escondeu a emoção de se despedir da torcida que tanto o apoiou ao longo desses quase três anos.

Ao fim da partida, Zé Roberto foi às lágrimas enquanto os torcedores entoavam o canto ?Au, au, au, Zé Roberto é um animal! ? em alusão ao discurso que o lateral-esquerdo fez logo no início de sua trajetória no Palmeiras. Ele ainda fez questão de dar uma volta olímpica e, ao final do percurso, jogou para a arquibancada seu par de chuteiras como forma de agradecimento.

?Muita tensão antes do jogo. Jogar um jogo intenso como foi o de hoje? já fazia um tempo que não vinha jogando. Aguentar os 90 minutos, correr atrás dessa molecada, não foi fácil. Não poderia deixar de completar essa carreira vitoriosa. Claro que tem mais um jogo, mas fizemos o dever de casa e saio feliz por tudo o que contribui no futebol?, disse Zé Roberto ao Premiere.

Além de comentar sobre a dificuldade de atuar em alto nível aos 43 anos, Zé Roberto também enalteceu a escolha que fez neste seu fim de carreira. Crendo no Palmeiras como o clube certo para encerrar sua longa trajetória no futebol, o lateral-esquerdo com passagens por Real Madrid, Bayern de Munique e Seleção Brasileira deixou claro que jamais se arrependeu de sua escolha.

?Escolhi um clube para encerrar minha carreira, que foi o Palmeiras, pelo carinho que recebi dos torcedores e pelo fato de um clube com a dimensão do Palmeiras estar passando por um momento difícil. De 2015 para cá conseguimos colocar o clube em um patamar que ele precisava estar. Conseguimos resgatar o orgulho do torcedor palmeirense, trouxemos o nosso torcedor de volta para o estádio. Através disso, conseguimos o tricampeonato da Copa do Brasil, depois de 22 anos voltamos a conquistar o Campeonato Brasileiro. Apesar de neste ano não termos conseguido nenhum título, esperamos ficar na segunda colocação para nos classificarmos direto para a Libertadores. Saio de campo sabendo que dei meu máximo?, prosseguiu Zé Roberto.

?Nesses 23 anos de carreira achei que eu ia agregar muita coisa. Claro que agreguei, mas aprendi muito. Independente da nossa idade, de tudo aquilo que a gente construiu, cada dia foi um aprendizado para mim?, concluiu o veterano que soma 133 jogos com o Palmeiras, 69 vitórias, dez gols, 11 assistências e dois títulos.

Gazeta Esportiva

TAGS