PUBLICIDADE
Esportes

Palmeirense Jean considera normal queda do arquirrival Corinthians

Dono de três títulos brasileiros, o versátil Jean é um profundo conhecedor do torneio nacional. Experiente, o palmeirense de 31 anos considera normal a queda de rendimento sofrida pelo líder Corinthians após protagonizar um primeiro turno sem precedentes. Na primeira metade do Campeonato Brasileiro, o Corinthians marcou 47 pontos, um recorde. O time alvinegro, porém, [?]

09:15 | 22/09/2017

Dono de três títulos brasileiros, o versátil Jean é um profundo conhecedor do torneio nacional. Experiente, o palmeirense de 31 anos considera normal a queda de rendimento sofrida pelo líder Corinthians após protagonizar um primeiro turno sem precedentes.

Na primeira metade do Campeonato Brasileiro, o Corinthians marcou 47 pontos, um recorde. O time alvinegro, porém, não vem conseguindo manter o mesmo ritmo no segundo turno e, nas últimas cinco partidas, sofreu três derrotas ? o último triunfo, contra o Vasco, foi garantido com um gol irregular marcado por Jô.

?É difícil manter a pegada que eles conseguiram no primeiro turno, ninguém tinha marcado tantos pontos. Não é à toa que o Brasileiro é o torneio mais disputado do mundo. Nós, que já jogamos tantas vezes o campeonato, sabemos que isso é normal. Não vejo nada demais?, afirmou Jean, sobre a queda do arquirrival.

O jogador conquistou as edições de 2008, 2012 e 2016 do Campeonato Brasileiro por São Paulo, Fluminense e Palmeiras, respectivamente. A 14 rodadas do final, o Corinthians lidera com 53 pontos, seguido por Grêmio (43), Santos (41) e pelo próprio Palmeiras (40).

?É claro que chega uma hora em que o campeonato afunila, outros times podem se aproximar e fica mais complicado. Mas é difícil. Você abre uma pontuação como essa e, de repente, não consegue manter a mesma performance do primeiro turno. Realmente, bate uma desconfiança. Mas eu vejo com normalidade?, reiterou Jean.

Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Fluminense, no Estádio do Maracanã. Já o Corinthians, às 11 horas do mesmo dia, encara o São Paulo, desesperado para fugir do rebaixamento, no Morumbi.

?O Corinthians está com o peso em função da vantagem grande que abriu. Depende de como o clube vai lidar com isso, é o que vai fazer a diferença. Acho que o maior adversário do Corinthians é ele mesmo, em termos de cabeça, de como agir diante dessas oscilações, que são normais?, analisou Jean.

 

Gazeta Esportiva

TAGS