PUBLICIDADE
Esportes

Episódios de machismo marcam clássico italiano e Gre-Nal

Após empate sem gols no clássico contra a Inter de Milão, a Napoli não só perdeu a liderança para a Juventus, como viu seu técnico perder totalmente a cabeça na coletiva de imprensa após a partida. Perguntado por uma jornalista se, após o resultado, o título ficaria mais difícil, Maurizio Sarri disparou ofensas de caráter [?]

11:45 | 12/03/2018

Após empate sem gols no clássico contra a Inter de Milão, a Napoli não só perdeu a liderança para a Juventus, como viu seu técnico perder totalmente a cabeça na coletiva de imprensa após a partida. Perguntado por uma jornalista se, após o resultado, o título ficaria mais difícil, Maurizio Sarri disparou ofensas de caráter sexista.

â??Ã? mulher e bonita. Por esses motivos, não te mando a merdaâ?, disse o treinador, segundo o jornal Mundo Deportivo. Três dias após a comemoração do Dia Internacional da Mulher, o episódio não foi comentado pelo clube napolitano até o momento da publicação.

Infelizmente, cena de mesmo caráter foi repetida no Brasil, mas no clássico Gre-Nal do último domingo. A jornalista Renata Medeiros, da Rádio Gaúcha, foi ofendida e agredida por um torcedor do Internacional enquanto trabalhava na arquibancada superior do Beira-Rio.

â??Sai daqui, p*, gritou um torcedor do Inter pra mim. Pedi que repetisse enquanto eu filmava. Me agrediu. Nunca achei que fosse passar por isso trabalhandoâ?, publicou em seu perfil no Twitter antes de registrar boletim de ocorrência contra o agressor. O momento foi gravado pela jornalista.

Ao contrário da Napoli, o Inter se pronunciou em seu site oficial. Confira a nota completa:

O Sport Club Internacional lamenta e repudia o ato discriminatório sofrido pela repórter Renata de Medeiros, da Rádio Gaúcha, durante o Gre-Nal deste domingo, no Beira-Rio. O torcedor que proferiu palavras ofensivas e agrediu a profissional foi imediatamente retirado do estádio pelos seguranças do Clube e conduzido ao Juizado Especial Criminal (JECRIM).

Foi uma situação lamentável e totalmente contrária aos princípios do Clube. Portanto, sempre que ocorrer fatos deste tipo no estádio, o Internacional pede que a vítima denuncie o agressor para que as medidas cabíveis possam ser tomadas.

Gazeta Esportiva

TAGS