PUBLICIDADE
Esportes

?Dia mais feliz da minha vida?: Arthur é apresentado no Barcelona

O dia nasceu mais ensolarado para o brasileiro Arthur, que agora oficialmente é jogador do Barcelona. Na manhã desta quinta-feira, o meio-campista foi aprovado nos exames médicos realizados na cidade, assinou seu contrato com a presença do presidente Josep Maria Bartomeu e foi oficialmente apresentado. ?Primeiramente, bom dia a todos. Fico muito feliz por este [?]

11:45 | 12/07/2018

O dia nasceu mais ensolarado para o brasileiro Arthur, que agora oficialmente é jogador do Barcelona. Na manhã desta quinta-feira, o meio-campista foi aprovado nos exames médicos realizados na cidade, assinou seu contrato com a presença do presidente Josep Maria Bartomeu e foi oficialmente apresentado.

â??Primeiramente, bom dia a todos. Fico muito feliz por este dia mágico que estou vivendo. Sempre foi um sonho de criança, antes mesmo de virar profissionalâ?, iniciou o atleta, que ainda não teve o número da camisa divulgado. â??Sempre foi um clube que quis conhecer e imaginem a minha felicidade quando soube que eu poderia jogar no Barça. Agradeço a todos, que foram muito amáveis comigo. Está sendo talvez o dia mais feliz da minha vida. Espero que daqui para frente seja só felicidadeâ?.

Sempre foi um sonho de criança, antes mesmo de virar profissional

Também na coletiva, Arthur demonstrou respeito a grandes jogadores que passaram pelo Barcelona, como Xavi e Iniesta, que, curiosamente, após 20 anos, não jogarão (pelo menos um deles) no meio de campo da equipe. Mesmo assim, separou a imagem dos ídolos da sua, evitando comparações.

â??Acredito que a comparação não me afeta. Sei muito bem que Iniesta e Xavi são cada um uma pessoa, e eu sou o Arthur. Tenho certeza que tenho uma longa trajetória pela frente. Sei que eles estão em outro nível, por tudo que fizeram. São pessoas do bem, que fizeram história. E esse é meu objetivoâ?, disse.

Com certeza vou trabalhar para quem sabe chegar mais perto deles

O contrato de Arthur é válido por seis anos e custou aos cofres blaugranos 31 milhões de euros (R$ 140 milhões) mais 9 milhões de euros (R$ 41 milhões) em variáreis. Vindo do Grêmio, inicialmente ele se mudaria para a Espanha apenas em janeiro de 2019, mas, após a compra dos direitos econômicos do jogador na última semana, além do pagamento de uma quantia extra para tê-lo imediatamente, o Barcelona pôde, de fato, apresentar o jogador oficialmente.

Gazeta Esportiva

TAGS