Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Com 15 dias apenas treinando, Renato Kayzer vive expectativa de estreia pelo Fortaleza

Atacante já fez pelo menos sete treinos com todo o grupo, além de trabalhos específicos, mas ainda não foi relacionado para uma partida

Há 15 dias apenas treinando no Pici, o atacante Renato Kayzer tem mais uma possibilidade de estrear pelo Fortaleza nesta quinta-feira, 24, diante do Pacajus, em jogo de ida pelas quartas de final do Campeonato Cearense. O jogador sequer foi relacionado para uma partida até o momento.

O primeiro treino de Kayzer pelo Tricolor foi no dia 9 de fevereiro, quando ele também foi regularizado. Dois dias depois a delegação do Fortaleza seguiu para a Paraíba, onde enfrentaria o Botafogo-PB, e de lá seguiria para Pernambuco. O atacante ficou na Capital para seguir treinando.

Quando o time retornou, na quarta-feira passada, 16, Kayzer voltou a trabalhar com todo o elenco — já tinha feito dois treinos com todos antes da viagem — e esperava-se que ele fosse opção diante do Bahia, porém, novamente, ele não apareceu nem mesmo no banco de reservas. Até o jogo desta quinta-feira, contra o Pacajus, foram mais três expedientes com todo o elenco.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Quando foi apresentado oficialmente, Renato Kayzer chegou a afirmar que a estreia dele dependeria das avaliações feitas pelos fisiologistas e médicos do clube. Ele até fez um trabalho específico, mas que foi informado ser normal para atletas recém-chegados. Em contrapartida, o nome do ex-Athletico-PR nunca apareceu em um boletim médico, afastando qualquer possibilidade de lesão prévia ou algum tipo de recuperação.

O Esportes O POVO ouviu de algumas pessoas do clube que o jogador está bem ambientado e tem se mostrado bastante focado nos treinos. Diante do modesto Pacajus, portanto, Vojvoda pode, enfim, oferecer a primeira oportunidade para Kayzer.

Com a dupla Moisés e Silvio Romero mostrou entrosamento diante do Bahia e, consequentemente, desponta como favorita à titularidade, é possível que o treinador do Fortaleza entenda um duelo contra um adversário tecnicamente bem inferior como a chance de testar novas peças (ou àquelas com menos minutagem). Na coletiva de apresentação, no entanto, o próprio Kayzer afirmou que tem condições (de características) para formar um trio com os outros dois.

Fortaleza e Pacajus se enfrentam às 21h30 desta quinta-feira, no Castelão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar