Participamos do

Candidatura de Marcelo Paz no Fortaleza depende de análise jurídica, diz jornalista

Após mudança no estatuto no final de 2020, grupo de advogados fará análise sobre possibilidade de o atual presidente concorrer, informa Sérgio Ponte, da Rádio O POVO CBN. Geraldo Luciano é a outra opção para encabeçar a chapa
18:47 | Nov. 14, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Prevista para ocorrer em dezembro, ainda sem data definida, a eleição do Fortaleza ainda não tem o candidato da situação definido em razão de um possível imbróglio jurídico. Atual presidente, Marcelo Paz aguarda aval sobre a condição legal de uma nova candidatura após mudança no estatuto e pode ceder o cargo para Geraldo Luciano, de acordo com o jornalista Sérgio Ponte, da Rádio O POVO CBN.

Antes vice-presidente, Paz assumiu o cargo máximo em novembro de 2017, após renúncia de Luís Eduardo Girão. Foi reeleito no ano seguinte para mandato até 2021. Em dezembro do ano passado, no entanto, os sócios aprovaram uma mudança no estatuto que possibilitaria nova candidatura do mandatário por novo triênio.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

À época, Marcelo Paz assegurou ao O POVO que não pensava em reeleição e se posicionou contra a mudança. Agora, de acordo com Sérgio Ponte, há questionamento sobre a mudança estatutária, o que poderia impedir a candidatura do presidente. Neste caso, Geraldo Luciano, atual diretor administrativo, seria o candidato e contrataria Paz como CEO do departamento de futebol.

"Gente da atual diretoria do Fortaleza questiona a situação do presidente Marcelo (Paz) em tentar reeleição, por força de alteração no estatuto, que não caberia, mas foi feito, e isso estaria irregular. Se procedesse a eleição do Marcelo, gente de dentro do Fortaleza iria judicalizar a provável eleição. Então, ficou decidido o seguinte: vão ser acionados os experts da área do direito desportivo para verificar se há ou não legitimidade em caso do Marcelo ser candidato e se eleger", disse Sérgio Ponte.

"Se houver obstáculo político, o candidato à presidência do Fortaleza seria Geraldo Luciano, que, eleito presidente, iria instituir o CEO pelo comando do futebol e contrataria Marcelo Paz para esse cargo. De uma coisa se tem certeza: a eleição do Fortaleza, que não tem ainda data e nem local, vai ter problemas na área judicial", explicou o jornalista.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags