Participamos do

Hora de definir dupla? Jornalistas avaliam rodízio no ataque do Fortaleza

Novo episódio do FutCast discute sobre o revezamento aplicado por Vojvoda no sistema ofensivo do Fortaleza. Será que chegou o momento de definir a dupla titular?
20:23 | Out. 12, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O FutCast, podcast do O POVO, debateu no episódio de número 179, lançado nesta terça-feira, 12, sobre o rodízio utilizado pelo técnico Juan Pablo Vojvoda no ataque do Fortaleza. Com a queda de produção do setor ofensivo na Série A, será que chegou o momento de definir uma dupla de atacantes titular e dar sequência? Com apresentação de Lucas Mota e comentários de Thiago Minhoca e Afonso Ribeiro, o programa analisou a situação dos atacantes do Tricolor.

o episódio de número 179 foi dividido em dois blocos, sendo o primeiro dedicado ao Fortaleza. O POVO repercute abaixo as opiniões dos jornalistas sobre o revezamento no ataque do Leão:

Afonso Ribeiro - O Vojvoda não vai parar esse rodízio porque o calendário vai ficar mais apertado. Até mesmo pela parte física, acho que ele vai continuar rodando. Mas quando usar a equipe titular, no mata-mata da Copa do Brasil, em jogos de maior peso no Brasileiro, já é o momento de definir uma dupla naquela que ele usaria como força máxima. A gente tem visto que o Romarinho cresceu de produção. O David teve oscilação, voltou a fazer gol, depois caiu de rendimento, mas até pela força física e característica dele, é um cara que pode desequilibrar o jogo de alguma maneira. Pode tentar recuperar o Robson, que teve fase goleadora e caiu muito de produção. O Wellington Paulista, que não tem conseguido fazer tantos gols assim, mas era um cara que conseguia ser importante em alguns jogos e caiu bastante. Acho que Vojvoda tem que encontrar a dupla e dar sequência de dois, três jogos para ver se deslancha. Esse rodízio a gente já percebeu que nos últimos jogos não deu certo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Thiago Minhoca - Na verdade, hoje, se a gente for olhar de maneira recorrente, o problema que tem se apresentado com mais frequência, além da desatenção, é no setor ofensivo. A gente já não vê mais atacantes balançando mais as redes, nem Wellington Paulista, David, Robson... É bom lembrar que naquele momento que ele já revezava, revezava com esses três nomes, mas chegaram novos como Henríquez, Edinho, o Romarinho que não era tão utilizado, passou a ser mais utilizado. Ele tem tentado fazer alternâncias nessa dupla de ataque, mas não tem surtido efeito. Você vê que o setor ofensivo não consegue mais produzir uma qualidade como em outros momentos. Acredito que tem muito da maneira como o time não tem conseguido trabalhar a bola. O grande mérito do Vojvoda é a qualidade de movimentação e a eficiência de passe. Seria ideal dar sequência, estabelecer quem sabe David e Robson, dois jogos seguidos, no terceiro traz nova dupla ou nova combinação. Mas não sei se de fato é isso. Vejo muito erro simples de uma escolha de jogada do David, do próprio Robson, do Wellington Paulista, dessa vez do Edinho. Talvez seja a falta de sequência, a ponto de não ter entrosamento maior, e esse rodízio esteja atrapalhando.

Ouça abaixo o episódio 179 do FutCast completo:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags