PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Felipe Alves promete Fortaleza com força máxima em Clássico-Rei: "Todo mundo quer ganhar"

Goleiro do Leão destaca importância de triunfo em primeiro dérbi local da temporada e valoriza resultados positivos em meio à reformulação

19:32 | 19/03/2021
Goleiro Felipe Alves disputará mais um Clássico-Rei com a camisa do Fortaleza (Foto: Aurelio Alves)
Goleiro Felipe Alves disputará mais um Clássico-Rei com a camisa do Fortaleza (Foto: Aurelio Alves)

No Fortaleza desde 2019, Felipe Alves terá mais um Clássico-Rei pela frente no próximo sábado, 20, às 16 horas, na Arena Castelão, pela quarta rodada da Copa do Nordeste. Antes do primeiro duelo do Ceará no ano, o goleiro valorizou os resultados do time do Pici na temporada e assegurou que a equipe irá a campo com força máxima.

Na temporada passada, Leão e Vovô se enfrentaram sete vezes, com três vitórias para cada lado e um empate. Há vários jogadores remanescentes nos dois times, mas muitas caras novas chegaram também para as competições de 2021. O camisa 12 destacou a importância do confronto e afirmou que os rivais já conhecem os respectivos pontos fortes.

"São duas equipes que se conhecem muito bem, característica individual de jogador está todo mundo bem ciente de como funciona. Claro que toda equipe reformulou, evoluiu, todo mundo procura melhorar, embora essa virada de chave tenha sido muito em cima. É o primeiro Clássico-Rei do ano e está todo mundo querendo ganhar, focado nisso. Todo mundo vai se doar ao máximo, e a gente sabe que não tem favorito dentro do clássico. A gente vai com força máxima para sair na frente", falou.

Em meio à reformulação para a nova temporada, o Tricolor soma quatro triunfos e um empate em cinco jogos até aqui. Ainda assim, o técnico Enderson Moreira encara críticas da torcida pelo desempenho da equipe. Felipe Alves ponderou que as cobranças dos torcedores são naturais, mas pediu paciência diante da busca pela nova versão do time.

"O torcedor está no direito dele, como sempre está, de cobrar, querer sempre o melhor, mas são quatro jogos, três vitórias, um empate e apenas um gol sofrido. Eu entendo o lado do torcedor, de querer que talvez a gente tenha um desempenho melhor, mas é uma reformulação, uma mudança, tanto de treinador quanto de jogadores. São muitas as contratações que estão chegando e se adaptando à nova metodologia de trabalho, e isso leva um tempo. Você não entra na academia hoje e sai forte amanhã, tem todo um processo. A gente está dentro desse processo. Os resultados estão acontecendo, talvez não com a performance brilhante que o torcedor espera, mas os resultados estão acontecendo e isso está dando tempo de trabalho para que a gente evolua e, com o passar do tempo, possa jogar melhor e agradar o torcedor", analisou.

No último compromisso antes do Clássico-Rei, o Fortaleza bateu o Caxias-RS por 1 a 0, no estádio Centenário, e avançou para a segunda fase da Copa do Brasil. O arqueiro de 32 anos afirmou que o Leão do Pici terá a mesma postura competitiva em campo diante do maior rival para vencer o duelo.

"A mesma entrega, mesma doação. A gente já vem nessa batida desde o ano passado, de encarar cada partida como uma decisão. A gente conseguiu avançar na Copa do Brasil dessa maneira, sabia que ia ser um jogo extremamente difícil lá pelo estádio, pela chuva que teve. Diante do clássico é a mesma situação. É o primeiro clássico do ano, e as duas equipes vão entrar com força máxima porque a gente sabe o quanto é importante ganhar em termos de confiança, sequência de jogos, liderança de campeonato. É importante para os dois lados, e eu tenho certeza que a gente vai fazer de tudo para sair com essa vantagem", disse Felipe Alves.