PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Santos tenta mudar acordo feito com o Fortaleza por Jean Mota e trava transação

Contratação do polivalente jogador, que atuou pelo Tricolor em 2016, é um pedido do técnico Rogério Ceni

Brenno Rebouças
15:24 | 04/07/2020
No Santos desde 2016, Jean Mota pode voltar a jogar pelo Fortaleza após quatro anos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
No Santos desde 2016, Jean Mota pode voltar a jogar pelo Fortaleza após quatro anos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

A negociação entre Santos e Fortaleza que envolve o atleta Jean Mota está se estendendo mais do que a diretoria tricolor esperava. Um acordo entre os dois times tinha sido acertado no meio de semana, definindo o modelo de negócio da vinda do jogador para o Pici, mas posteriormente o time paulista acrescentou detalhes na transação que não haviam sido combinados.

As informações são do setorista do Santos pela Gazeta Esportiva, Lucas Musetti, e do setorista do Fortaleza pela rádio O POVO CBN, Miguel Júnior. O primeiro escreveu na conta que possui no Twitter que o negócio esfriou porque o tricolor reclama do Peixe ter mudados as condições anteriormente aceitas. O time paulista reclama da forma parcelada como a diretoria do Leão quer pagar a compra do atacante.

No programa As Frias do Sérgio, que vai ao ar neste sábado, às 18 horas, Miguel Júnior explica que além do combinado, o time paulista quer que o Fortaleza assuma débitos que tem com Jean Mota. A diretoria tricolor não estaria disposta a fazer isso.

Quanto ao modelo de negócio, o acertado foi que o Tricolor pagaria uma entrada, que seria de de R$ 500 mil, para a vinda de Jean Mota, por empréstimo; ao fim do ano realizaria outro pagamento, agora no valor de R$ 1 milhão e no segundo semestre de 2021, repassar os R$ 3 milhões restantes, totalizando R$ 4,5 milhões pelos 80% de direitos econômicos que o Santos possui do jogador (com os 12% que já têm, o Tricolor ficaria com 92%, sendo os demais 8% do empresário).

Segundo Miguel Júnior, Jean Mota quer retornar ao Fortaleza e sua vinda é um pedido de Rogério Ceni, por isso a diretoria do Leão mantém as negociações com o Santos. Aparentemente, o time cearense não tem concorrência no momento, por isso as tratativas podem se alongar ainda mais.