PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Tinga revela ansiedade por retomada dos jogos:" não aguento mais ficar sem correr, sem atividades"

jogador admitiu estar enfrentado dificuldades em cumprir a carga de treinos passada

Bruno Balacó
19:32 | 25/03/2020
Tinga se reveza com Gabriel Dias na titularidade da lateral-direita do Fortaleza
Tinga se reveza com Gabriel Dias na titularidade da lateral-direita do Fortaleza (Foto: JÚLIO CAESAR)

Com o calendário do futebol cearense paralisado há pouco mais de uma semana, os jogadores já demonstram estar sentindo falta da rotina de jogos e treinos. É o caso, por exemplo, do lateral-direito Tinga, do Fortaleza. Em bate-papo realizado nas redes sociais do clube, nesta quarta-feira, 25, o jogador não escondeu estar muito ansioso para a retomada das competições.

Ao falar como está sendo sua rotina em tempos de quarentena, em casa, o jogador admitiu estar enfrentado dificuldades em cumprir a carga de treinos passada pelos preparadores físicos da equipe.

"Eu tô treinando pouco. Dentro de casa é diferente, não tem espaço. Sempre tento fazer alguma coisa diferente. O preparador físico passou algumas coisas. A gente sempre tenta fazer o correto, tenta fazer o máximo. Até tento fazer uma corrida, mas não tem como aqui. Tá dificultando bastante. Às vezes é difícil de fazer. Não aguento mais ficar em casa, sem correr, sem fazer atividade", destacou o jogador.

Mesmo consciente de que no cenário atual as pessoas devem ficar em casa, para conter o avanço do coronavírus na cidade onde vivem e no País, Tinga mostrou otimismo que o quadro possa melhorar nos próximos dias, facilitando a retomada dos torneios nas próximas semanas. "A gente precisa torcer. Acredito que no fim do mês as coisas possam se resolver, para que possamos voltar o quanto antes. Vários clubes estão com essa dificuldade do orçamento. Todos vão ter essa dificuldade, não só o Fortaleza. Agora é conscientizar só nas coisas boas e focar que as coisas vão se resolver e tudo será retomado logo logo", comentou o atleta.

O jogador também mostrou sua preocupação com o momento vivido pelo País e sua preocupação com o bem-estar das pessoas, principalmente com os seus familiares. "A gente vê na mídia o que tá acontecendo, principalmente aqui no Estado. Fico muito preocupado com meus familiares lá em Porto Alegre. Ainda mais a minha mãe que é uma idosa. É muito complicado para ela. Eu sempre tento levar isso que tá acontecendo para o lado positivo. Fico mentalizado coisas boas", destacou.

Tinga disputou nove jogos pelo Fortaleza em 2020, sendo sete partidas como titular e duas partidas saindo do banco de reservas. Não utilizado no último jogo da equipe, a vitória de 3 a 0 sobre o Náutico, pela Copa do Nordeste, o jogador esteve em campo pela última vez na vitória de 3 a 0 sobre o Pacajus, no dia 11 de março, na Arena Castelão, pelo Campeonato Cearense.

FutCastListen to "#91 - Coronavírus: O impacto no Futebol Cearense" on Spreaker.