PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Presidente do Fortaleza recua sobre continuar Estadual: "Humildade de mudar a decisão"

Clubes haviam decidido continuar o Campeonato Cearense com portões fechados até o fim da segunda fase, mas aumento do número de casos mudou a opinião

Vinícius França
11:21 | 17/03/2020
Marcelo Paz durante entrevista na rádio O POVO/CBN
Marcelo Paz durante entrevista na rádio O POVO/CBN (Foto: Brenno Rebouças/O POVO)

Os clubes participantes da segunda fase do Campeonato Cearense voltaram atrás na decisão de continuar o torneio com portões fechados. Agora, o Estadual será suspenso por prazo indeterminado, e uma portaria informando o fato deve ser publicada nesta terça-feira, 17, pela Federação Cearense de Futebol (FCF). Em contato com Esportes O POVO, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, explicou por que mudou de ideia.

“Eu, particularmente, mudei de opinião. Defendi que continuasse com portões fechados, mas diante dos novos fatos, do decreto do governador de estado de emergência e do aumento do número de casos, acho que a gente tem que ter humildade de mudar a decisão”, disse o dirigente, que reforça que a sua opinião é particular e não confirma se a mudança foi por unanimidade.

A primeira proposta, aprovada por todas as equipes na segunda-feira, 16, foi de seguir o Campeonato Cearense com portões fechados até o fim da segunda fase. Só o Sindicato dos Atletas (SAFECE) foi contra a decisão. Nesta fase da competição, os clubes já tiveram prejuízo acumulado de mais de R$ 236 mil.

Na manhã desta terça-feira, o estado do Ceará já registra nove casos do novo coronavírus. A primeira morte já foi confirmada no Brasil, no estado de São Paulo.