PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Ceni admite faltar peças, mas diz que vai jogar "de igual pra igual" com o Independiente

Em entrevista exclusiva ao serviço de streaming DAZN, técnico do Fortaleza falou sobre o confronto histórico pela Copa Sul-Americana

10:49 | 11/02/2020
Rogério Ceni mostra que está com cabeça na partida contra o Independiente
Rogério Ceni mostra que está com cabeça na partida contra o Independiente (Foto: FÁBIO LIMA/O POVO)

Pouco antes de viajar para a Argentina para encarar o Independiente na quinta-feira, 13, o técnico Rogério Ceni concedeu uma entrevista exclusiva ao serviço de streaming DAZN. Na conversa, o treinador fala sobre o tamanho do desafio que é enfrentar o Rey de Copas, admite que ainda tem “algumas peças faltando” e analisa como deve ser a atuação do Fortaleza para fazer um bom jogo em Avellaneda, além de outros tópicos.

Enfrentar o maior campeão da história da Libertadores em seu primeiro jogo internacional é uma missão e tanto para o Leão, mas Ceni crê que os torcedores estão otimistas para o confronto: “Caiu um grande desafio, talvez o maior desafio da primeira fase, que é o Independiente. Acho que todos acreditam, aqui é um povo de muita fé. Eles amam, são apaixonados pelo futebol, e vivenciar o final do ano passado até esse momento de agora tem sido fantástico”, disse o treinador.

O técnico do Fortaleza não deixou de falar que ainda não acha que o elenco tricolor esteja completo, mas acredita que, com os jogadores que tem, é possível fazer um jogo à altura no Estádio Libertadores de América: “Estamos tentando montar um time que possa jogar de igual pra igual com o Independiente. Algumas peças estão faltando ainda, mas vamos la pra fazer um grande jogo”.

Durante a entrevista, Ceni lembrou de suas experiências como goleiro enfrentando grandes equipes argentinas fora de casa: “Lá, eu fui com o São Paulo muitas vezes. Contra River, Boca, Quilmes, Talleres, Tigre. Enfim, uma série de equipes e (consegui) pelo menos duas vitórias, uma contra o River na semifinal da Libertadores de 2005 e outra na década de 90, quando nós ganhamos de 3 a 2 do Boca”.

Por fim, o treinador concluiu fazendo uma análise sobre a postura que o Fortaleza deve ter para fazer um bom jogo diante do Independiente: “Se a gente tiver muita concentração, muita intensidade, uma rotação muito alta pra jogar, aí a gente tem a chance de brigar de igual pra igual com o Independiente, mas se em algum momento a gente baixar a intensidade do jogo, eles não vão baixar”, conclui.

Assista à entrevista:

O duelo entre Independiente e Fortaleza, no Estádio Libertadores de América, em Avellaneda, na Argentina, terá transmissão exclusiva da plataforma de streaming esportivo DAZN.

Os novos assinantes do DAZN terão direito a um mês de acesso grátis à plataforma. O cancelamento pode ser feito a qualquer momento.

A partir do segundo mês, o custo mensal é de apenas R$ 19,90.

CLIQUE PARA EXPERIMENTAR O DAZN E ASSISTIR AO DUELO DE QUINTA-FEIRA