PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Sul-Americana: 60% dos inscritos do Fortaleza devem jogar um torneio continental pela 1ª vez

No fim de 2019, Esportes O POVO fez um levantamento semelhante tomando como base o elenco do Leão à época. Desta vez, já com a lista de inscritos, é possível analisar os possíveis estreantes

10:30 | 10/02/2020
Felipe Alves tem o título da Sul-Americana na sua prateleira, mas nunca entrou em campo pela competição
Felipe Alves tem o título da Sul-Americana na sua prateleira, mas nunca entrou em campo pela competição (Foto: DEÍSA GARCÊZ/Especial para O POVO)

Faltam pouquíssimos dias para que o Fortaleza enfim faça sua estreia internacional contra o Independiente, no jogo de ida da Copa Sul-Americana, no estádio Libertadores de América. O confronto, marcado para a quinta-feira, 13, às 21h30min, pode ser um divisor na carreira de boa parte dos jogadores do Leão. Dos 30 inscritos, 18 terão a chance de jogar uma competição continental pela primeira vez em suas vidas.

Em dezembro de 2019, Esportes O POVO publicou uma matéria sobre quantos atletas do elenco do Leão à época poderiam fazer sua estreia internacional na Sul-Americana. Na ocasião, 51% teriam essa chance. Neste ano, após a publicação da lista, a proporção aumentou para 60%. O Fortaleza manteve boa parte dos jogadores da última temporada, mas a entrada de vários jovens das categorias de base, como Kennedy, Geilson, Wendew, Miguel e Gustavo Coutinho ajudou a acrescentar alguns pontos percentuais.

Na última janela de transferências, o Leão foi pontual na busca de reforços. Dos inscritos para disputar a Sula, apenas o zagueiro João Paulo, o volante Michel e o atacante David são caras novas no Pici. Desses, só João Paulo ainda não estreou internacionalmente como profissional. David e Michel têm experiências na maior competição da América do Sul: a Copa Libertadores. O volante, inclusive, já foi campeão do torneio pelo Grêmio, em 2017.

Um pouco acima no mapa-múndi, na América Central, Derley já jogou a Liga dos Campeões da Concacaf por clubes do México. Subindo e indo pouco mais ao leste, Marcelo Boeck é o único com experiência no Velho Continente, já tendo disputado a Liga Europa pelo Sporting de Portugal. Mudando de hemisfério, a Liga dos Campeões Asiática já foi palco para Osvaldo e Ederson, que somam passagens por equipes dos Emirados Árabes.

Mas como o que importa no momento é a Sul-Americana, cabe listar quais jogadores já participaram da competição: Quintero, Roger Carvalho, Jackson, Paulão, Derley, Romarinho, Osvaldo e Wellington Paulista. David, único reforço nessa relação, já jogou poucos minutos de uma partida pelo Vitória. Apesar de já ter ganho o título da Sula pelo Athletico-PR, Felipe Alves não entrou em campo durante a campanha. Portanto, não conta, neste levantamento, como um atleta que já "disputou" o campeonato.

Independente de experiência ou inexperiência, os atletas do Fortaleza já vivem a expectativa de disputar a Sula desde a reta final da última temporada, quando a possibilidade foi ficando cada vez mais real. Depois da estreia em Buenos Aires contra o Diablo Rojo, o elenco se prepara para o jogo de volta, que será no dia 27 de fevereiro, no Castelão, com promessa de boa presença de público da torcida tricolor.

Confira os possíveis estreantes:

GOL: Felipe Alves, Max Walef e Kennedy

LAT: Tinga, Gabriel Dias, Carlinhos e Bruno Melo

ZAG: João Paulo

VOL: Juninho, Felipe, Nenê Bonilha, Geilson

MEI: Mariano Vásquez, Marlon, Wendew e Miguel

ATA: Edson Cariús e Gustavo Coutinho

Escute o novo episódio do Futcast:

Listen to "#88 - O grande desafio do Fortaleza na Sul-Americana" on Spreaker.