PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Marcelo Paz: empresário de Marcinho diz que, no Brasil, o atleta só joga no Fortaleza

Apesar da palavra do agente do atleta, presidente do Leão admite que a negociação com o clube chinês, dono do atleta, está "travada"

10:23 | 04/02/2020
Marcinho foi um dos destaques do Fortaleza nas últimas temporadas
Marcinho foi um dos destaques do Fortaleza nas últimas temporadas (Foto: Divulgação/Fortaleza)

O torcedor do Fortaleza que tem o sonho de ver Marcinho vestindo a camisa tricolor novamente vai ter que acalmar um pouco os ânimos. Segundo o presidente tricolor, Marcelo Paz, a situação do atacante com o Chongqing Dangdai, da China, está “travada”. Mas o empresário do atleta garante que, no Brasil, Marcinho só joga com a camisa do Leão.

“Situação do Marcinho tá travada, (ele) tá no clube da China, fazendo pré-temporada e não é algo que, nesse momento, vai acontecer de hoje pra amanhã, acho difícil. A gente tem interesse no Marcinho, isso é um fato. Jogador que, assim como o David (atacante, recém-contratado), conhece nosso modelo de jogo”, afirmou o dirigente.

Apesar da negociação ter seus percalços, Marcelo Paz parece confiar na palavra do agente do atleta, Jorge Machado: “Ele (Marcinho) sabe que nós queremos ele. O empresário dele me disse que, no Brasil, ele só jogaria no Fortaleza, caso ele saia da China. Mas, no momento, é uma situação que não tem andado por uma questão do clube chinês, que ainda está vendo o que vai fazer com o jogador”. Outro clube que tem interesse em Marcinho é o Ceará, que já formalizou proposta para o atleta.

No futebol da China, existe um limite imposto ao número de estrangeiros em cada time, que pode ter no máximo seis no elenco, sendo que apenas cinco podem estar relacionados por jogo e quatro estar em campo simultaneamente. No momento, o Dangdai tem cinco atletas de fora: além de Marcinho, os brasileiros Alan Kardec, Marcelo Cirino, Fernandinho e o polonês Adrian Mierzejewski.

Em conversa com Esportes O POVO em janeiro, Marcelo Paz, explicou como o jogador pode deixar a China. “Ele tem interesse de voltar, mas possui um vínculo com um time chinês e está vendo a viabilidade de se desfazer desse vínculo ou vir por empréstimo. É algo que tem que ter paciência”, disse o dirigente. Marcinho já teve duas passagens pelo Fortaleza, marcando sete gols em 48 jogos, conquistando os títulos da Série B do Brasileirão, da Copa do Nordeste e do Campeonato Cearense.