PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Osvaldo projeta repetir parceria com Rogério Ceni na Sul-Americana

Os dois estiveram juntos em três edições da Sul-Americana, pelo São Paulo, e foram campeões do torneio em 2012

Domitila Andrade
22:56 | 02/12/2019
Osvaldo marcou três gol nas últimas três partidas pelo Fortaleza
Osvaldo marcou três gol nas últimas três partidas pelo Fortaleza (Foto: EVERTON/UBAL)

Fazendo gols nos últimos três jogos, garantido na Série A de 2020 e na Copa Sul-Americana, o atacante Osvaldo exaltou, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, 2, a boa fase pessoal e o momento que vive o Fortaleza. Com contrato até o fim do próximo ano, atleta já projeta como será viver o torneio continental e relembrou quando foi campeão com o São Paulo, em 2012, junto com Rogério Ceni, então goleiro do Tricolor Paulista.

“Pra mim, vai ser mais um momento especial defender o Fortaleza numa competição Sul-Americana ano que vem. Quem sabe, com o Rogério, já que a gente já foi vencedor juntos da Sul-Americana pelo São Paulo, reviver tudo isso novamente”, comentou. Para isso, o técnico precisa decidir pela continuidade no comando do Leão. No domingo, 1º, após vitória contra o Goiás, ele afirmou que o “coração diz pra ficar”, ainda que tenha deixado claro que não conversou com a diretoria do clube.

Se permanecer no Tricolor do Pici, Ceni fará sua 11ª Sul-Americana, a segunda como técnico (ele comandou o São Paulo em duas partidas contra o Defensa y Justicia, em 2017). Já Osvaldo disputará a quarta edição do torneio. Quando foi campeão em 2012, atacante fez o segundo gol da partida que deu o título ao São Paulo, contra o argentino Tigre.

Osvaldo ainda comentou sobre a vontade de chegar ao último jogo da disputa da Série A deste ano, contra o Bahia, com esperanças de conquistar vaga para pré-Libertadores. Para isso, o Fortaleza precisa vencer as duas partidas restantes (contra Fluminense e Bahia), e torcer para que Corinthians some apenas dois pontos ou Internacional apenas um ponto nas próximas duas partidas.

"A cada jogo, a gente foi buscando coisas maiores, e criando expectativa. Conseguimos a permanência, conseguimos a Sul-Americana e agora vamos buscar coisas maiores. Não paga pra sonhar”, comentou, definindo como “um marco na história de cada jogador e na história do clube” a possibilidade de estar em uma Libertadores.

O Fortaleza treinou nesta segunda-feira, no Centro de Treinamento do Atlético-GO, e viaja na terça-feira, 3, para o Rio de Janeiro, onde encara na quarta, 4, o Fluminense, às 21h30min. 

Listen to "#80 - Queda de Adílson / Perfil de Argel / Fortaleza na Sula" on Spreaker.