PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Após empate, Rogério Ceni admite secar adversários diretos na 30ª rodada da Série A

O treinador lamentou o empate diante do Atlético-MG, que deixou tudo igual no fim do jogo. "Como não tivemos competência para ganhar, você passa a torcer contra os outros", disse

Lucas Mota
18:50 | 03/11/2019
Rogério Ceni e jogadores se revoltaram com erro do árbitro que não marcou falta em André Luis aos 38 minutos do segundo tempo
Rogério Ceni e jogadores se revoltaram com erro do árbitro que não marcou falta em André Luis aos 38 minutos do segundo tempo (Foto: Fábio Lima)

Devido ao empate diante do Atlético-MG, o Fortaleza pode ver a vantagem sobre a zona de rebaixamento cair de cinco para quatro pontos e descer uma posição na tabela até o fim da 30ª rodada. Irritado com o resultado, o técnico Rogério Ceni admitiu que vai "secar" os rivais diretos na tabela.

"Como não tivemos competência para ganhar, você passa a torcer contra os outros", afirmou o treinador do Tricolor.

O Botafogo, único que pode ultrapassar o Leão na tabela, encara o Santos na Vila Belmiro, às 19 horas. O Cruzeiro enfrenta o Bahia no Mineirão, às 19 horas, e pode ficar a um ponto do Fortaleza, caso conquiste os três pontos.

+ "Foi falha nossa", lamenta Ceni após empate com o Atlético-MG no fim do jogo

Já o CSA, que tem duelo contra o Atlético-PR na Arena da Baixada, às 18 horas, pode diminuir a vantagem do Tricolor para a zona de rebaixamento. Os alagoanos, caso surpreendam o Furacão em Curitiba, vão chegar a 32 pontos.

O Fortaleza desperdiçou a chance de emplacar mais três pontos dentro de casa contra o Atlético-MG. A vitória estava garantida até os 40 minutos do segundo tempo, quando Fábio Santos recebeu na área e balançou as redes, concretizando a igualdade no placar em 2 a 2.

Os cearenses construíram o 2 a 1 ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Geuvânio, meia do Galo, foi expulso logo no início. Entretanto, os comandados de Rogério Ceni não souberam aproveitar a superioridade numérica em campo. Mesmo com um a mais, sofreram o gol de empate.

Antes do gol, um lance polêmico envolvendo a arbitragem marcou a partida. André Luis disparou e só tinha o goleiro Cleiton à frente, mas antes da conclusão da jogada ele foi empurrado pelas costas pelo zagueiro Igor Rabello. O árbitro Rodolpho Toski viu lance normal e mandou seguir o jogo.

Após a peleja, Ceni criticou a atuação do árbitro. Foi falta. Não vai acontecer nada com o árbitro, não vão julgá-lo. Lance de expulsão. Mas não vai acontecer nada com ele", disse.

OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST:

Listen to "#76 - Quem sobe e quem desce no Ceará e Fortaleza na reta final da Série A" on Spreaker.

VEJA O NOVO VÍDEO DO NA PRANCHETA: