}else{}
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Árbitro goiano é escalado para apitar Fortaleza x Grêmio; nome não agrada o clube cearense

A escala divulgada pela CBF acontece um dia após o presidente do Tricolor, Marcelo Paz, expor a insatisfação com a arbitragem após a partida contra o Flamengo
17:04 | Out. 17, 2019 Autor - Tipo

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quinta-feira, 17, que o árbitro André Luiz de Freitas Castro (GO) apitará o duelo entre Fortaleza e Grêmio, válido pela 27ª rodada da Série A. O Esportes O POVO apurou que a escolha não agradou a diretoria do clube do Pici.

A escala divulgada pela CBF acontece um dia após o presidente do Tricolor, Marcelo Paz, expor a insatisfação com a arbitragem após a partida contra o Flamengo.

André Luiz de Freitas Castro apitou o jogo entre Fortaleza e Botafogo, no Castelão, válido pela 22ª rodada. Apesar da vitória por 1 a 0 sobre os cariocas, o desempenho do goiano dentro de campo gerou irritação internamente. Ele também atuou como árbitro de vídeo na derrota do Leão para o Fluminense, na 18ª rodada.

Desde o início do campeonato, o Fortaleza tem demonstrado insatisfação com a arbitragem em seus jogos por meio de seus jogadores, comissão técnica e dirigentes. Na derrota para o Flamengo, a irritação chegou ao ápice. O presidente Marcelo Paz, que não estava escalado para participar da coletiva, apareceu de surpresa e fez duras críticas.

"O que posso fazer em relação à arbitragem é falar, é expor. É colocar o nosso sentimento. Fazer reclamação formal eles não olham, não dão retorno, não têm nenhuma devolutiva. As coisas não mudam. Estamos sendo roubados. Roubados jogo após jogo", desabafou o mandatário tricolor.

O goleiro Felipe Alves também criticou a arbitragem do duelo contra o Rubro-Negro. "Sentimento ruim, porque mais uma vez o VAR beneficia um time do RJ e prejudica um time do Nordeste", afirmou o arqueiro.

O árbitro do jogo entre Fortaleza e Flamengo foi Paulo Roberto Alves. No VAR, esteve Wagner Reway, que já havia sido duramente criticado pelo desempenho na derrota do Tricolor para o Botafogo, no primeiro turno, quando ele, como árbitro de campo, não deu pênalti em Wellington Paulista.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags