PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Paulão comemora boa estreia com o Fortaleza: "Eu vi que consegui contribuir"

O zagueiro fez partida segura contra a Chapecoense e sua equipe não sofreu gols

17:03 | 10/10/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09-10-2019: Fortaleza x Chapecoense - Campeonato Brasileiro Série A - 24ª rodada - Estádio Castelão.  (Foto: Júlio Caesar/O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 09-10-2019: Fortaleza x Chapecoense - Campeonato Brasileiro Série A - 24ª rodada - Estádio Castelão. (Foto: Júlio Caesar/O POVO)(Foto: Julio Caesar/Julio Caesar)

O setor defensivo, mais especificamente na zaga, é um problema recorrente para o Fortaleza na atual temporada. Com exceção do colombiano Juan Quintero, que sempre foi peça incontestável na defesa tricolor, os demais zagueiros sempre deixaram a torcida preocupada. Somente nas últimas partidas, com Jackson no time titular, a dupla de zaga não sofreu com críticas. Devido à lesão no ombro esquerdo de Jackson, Paulão, recém-chegado do América-MG, fez sua estreia diante da Chapecoense, nesta quarta-feira, 9, e não comprometeu, mostrando que pode ser uma boa opção para a sequência do Brasileirão.

O defensor, que foi muito criticado em seus antigos clubes pela falta de segurança na saída de bola, tentou 75 passes e só errou três (aproveitamento de 96%), segundo o Footstats. Além disso, ele foi decisivo em um lance agudo da partida, quando travou um chute de Locatelli muito próximo do gol de Marcelo Boeck, facilitando assim a defesa do goleiro.

Em entrevista coletiva cedida à imprensa nesta quinta-feira, 10, Paulão reconheceu que ainda precisa encaixar melhor na equipe, mas ficou contente com seu desempenho.

“Na partida de ontem, em um todo, a equipe foi muito bem. Eu vi que consegui contribuir, até porque é meu primeiro jogo com a equipe, como titular, então quem precisar se encaixar era eu dentro da equipe. Em alguns momentos claro que falta um pouco de tempo na hora do passe, porque você está conhecendo os companheiros, a forma de cada um se mover, de entrar dentro de campo”, comentou.

A suspensão de Quintero, que levou o terceiro cartão amarelo na última partida, e a dúvida sobre o retorno de Jackson, que se recupera de lesão, pode exigir que Rogério Ceni utilize Adalberto juntamente de Paulão pela primeira vez na próxima partida, contra o Vasco, no próximo domingo, 13, às 16 horas, em São Januário.

Paulão tratou com bons olhos a possível formação da dupla de zaga com Adalberto, que vem treinando junto dele no dia a dia. “Eu com o Adalberto venho fazendo dupla no time de baixo. Então como ele é perna esquerda e eu vinha sendo utilizado nos treinamentos do lado direito, eu acredito que se for nossa dupla que for jogar no final de semana, em termo de desempenho, nós vamos dar o máximo, para a qualidade e o desempenho permanecer o mesmo. Mas claro, sabendo que cada um tem sua característica”, ressaltou.

O zagueiro, que jogou recentemente no Vasco, falou um pouco sobre a maneira que o cruzmaltino deve se postar contra o Leão do Pici. “É uma equipe jovem, que joga em transição, em função do Talles Magno, mas ele não está atuando. Do meio para frente eu acredito que o Pikachu terá outro tipo de posicionamento, que é um cara que chega muito, que bate de fora da área, bola parada muito boa. O Rossi também é um jogador de beirada que tem muita velocidade, que cria muitas possibilidades”, expôs.