PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Rogério Ceni comenta homenagens dos são-paulinos: "gratificante"

Treinador do Leão foi reverenciado pela torcida do São Paulo antes do jogo deste sábado, no Pacaembu.

15:48 | 06/10/2019
Antes do jogo no Pacaembu, Ceni foi reverenciado pela torcida adversária e pelos atletas do São Paulo.
Antes do jogo no Pacaembu, Ceni foi reverenciado pela torcida adversária e pelos atletas do São Paulo. (Foto: São Paulo/Divulgação)

No reencontro com a torcida do São Paulo, no Pacaembu, Rogério Ceni não saiu com o resultado positivo dentro de campo, já que o Fortaleza acabou derrotado para o Tricolor Paulista. Contudo, antes de a bola rolar, o técnico do Leão da Pici foi ovacionado pelos são-paulinos presentes. Após o confronto, o ex-goleiro comentou as homenagens.

“Sou muito grato de estar ainda trabalhando com o futebol após quatro anos da minha saída do São Paulo. Confesso a você que hoje queria sair daqui com uma melhor sorte para o Fortaleza, mas fora do campo é algo extremamente gratificante, mostra o reconhecimento da dedicação que você teve durante toda a carreira. Depois que apita o início do jogo, logicamente o torcedor quer o resultado para ele, e nós queremos o resultado para o time que trabalhamos”, declarou.

Sobre o jogo, Ceni afirmou ter gostado do desempenho de seus comandados, enaltecendo o esforço dos jogadores da equipe cearense, apesar do revés.

“Acho que todo mundo tentou, se esforçou, os velocistas tentaram fazer sua função, o próprio Vázquez que entrou mudando um pouco o estilo do jogo entrando na vaga do André Luiz. Todos foram dentro da expectativa. Cometemos uma falha no primeiro gol, em uma bola parada, depois o São Paulo teve ligeira superioridade no jogo, mas pela diferença dos dois times o jogo foi até bom para nós, com exceção do resultado”, disse o treinador.

Por fim, o ex-jogador do São Paulo exaltou o técnico Fernando Diniz, que fez seu segundo jogo à frente do Tricolor Paulista. O ‘Mito’ falou sobre o estilo característico do comandante adversário, apostando no sucesso do companheiro de profissão em seu ex-clube.

“Gosto muito do Fernando, acho que ele tem um estilo de jogo marcante, um cara que inicia muito bem as jogadas. Deve melhorar cada vez mais, por isso que esperamos para dar uma olhada nos 20 primeiros minutos. Depois que sofremos o gol marcamos mais pressão. Mas, ainda é um pouco cedo para avaliar o trabalho dele no São Paulo, mas em outras equipes que ele trabalhou a gente tem uma base. Ele tem um passado já construído e deve ajudar o São Paulo a subir, se não esse ano, ano que vem. Se deixar trabalhar a longo prazo, deve fazer mudanças no sistema de jogo para melhor”, completou.

VEJA TAMBÉM: Na Prancheta analisa os desafios de Ceará e Fortaleza fora de casa no Brasileirão

PARA OUVIR: Futcast analisa volta de Ceni e chegada de Adílson Batista:

Listen to "#73 - O retorno de Ceni e a chegada de Adilson Batista" on Spreaker.