PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Marcelo Paz esclarece sobre contratações e desabafa: "Não fui eleito para fazer loucura"

Antes de qualquer pergunta dos repórteres presentes na sala de imprensa, o mandatário tricolor fez um pronunciamento de cerca de 15 minutos, no qual também defendeu a qualidade do atual elenco e exaltou o técnico Rogério Ceni

19:43 | 16/07/2019
Presidente do Fortaleza marcou coletiva para esta terça-feira, as 17h.
Presidente do Fortaleza marcou coletiva para esta terça-feira, as 17h. (Foto: Alex Gomes/O POVO)

O presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira, 16, para esclarecer a atuação do clube no mercado da bola em meio às críticas pela demora nas contratações e as saídas de jogadores do elenco. Antes de qualquer pergunta dos repórteres presentes na sala de imprensa, o mandatário tricolor fez um pronunciamento de cerca de 15 minutos, no qual também defendeu a qualidade do atual elenco e exaltou o técnico Rogério Ceni.

+ Liberados pelo DM: Edinho e Araruna voltam a treinar com o grupo

O dirigente revelou que o clube vai contratar de dois a três nomes, priorizando o acerto com atacantes de velocidade e um zagueiro. Paz revelou que está tudo acertado entre Fortaleza, Palmeiras e o jogador Felipe Pires, que pertence ao Hoffenheim e está emprestado ao Verdão.

"Depende unicamente da liberação do Hoffenheim. Enquanto o Hoffenheim não dá o 'ok', a gente vai ficar esperando. Ele tem perfil para jogar no Fortaleza. É melhor esperar pelo Felipe do que trazer qualquer jogador para dar satisfação", afirmou.

Em tom de desabafo, o presidente do Leão repetiu em vários momentos do pronunciamento que não traria jogador sem a aprovação de Rogério Ceni e sua comissão. "Se for para contratar cinco, seis, sete jogadores, não contem comigo. Não fui eleito para fazer loucura, encher a folha. Se for pra contratar sem o aval da comissão técnica, não contem comigo."

Exaltando o conhecimento do treinador Rogério Ceni, Marcelo Paz pediu respeito pelo trabalho implementado e defendeu o elenco atual do Fortaleza. "Pra mim, é o maior treinador do Fortaleza", disse.

"Os nomes vão vir. Mas acho que precisa valorizar os jogadores que tão aí. Quando se fala só em contratação parece que o time não presta. A nossa essência já está aqui. Os dois ou três que vierem vão complementar. Vamos valorizar essas caras que trouxeram a gente até aqui", completou.

O mandatário explicou ainda que o clube não busca no mercado meia de criação, apesar da saída de Dodô. Ademais, Paz detalhou sobre os ganhos financeiros com as saídas de jogadores. Por enquanto, o clube não recebeu nenhum pagamento.

A venda de Júnior Santos vai render aos cofres do Fortaleza pelo menos R$ 2 milhões, por 25% do atleta.. O dirigente revelou que o Tricolor segue dono de outros 25% do passe do jogador. Portanto, em uma futura negociação envolvendo o atleta, o clube do Pici vai lucrar novamente. O pagamento do Kashiwa Reysol está previsto para o dia 31 de julho.

Sobre Marcinho e Dodô, que estavam emprestados ao Fortaleza, o Leão vai receber apenas 10% da taxa de vitrine pelas transferências dos atletas. "Não é um valor tão expressivo", contou.

Nas saídas de Patrick e Matheus Alessandro, o Fortaleza não receberá nenhum valor.

OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST:

Listen to "#62 - Quem volta melhor na Série A: Ceará ou Fortaleza" on Spreaker.

O Povo