PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Ceni considera empate com Athletico-PR injusto e ressalta que disputa pela classificação segue aberta

Treinador acredita que o Fortaleza merecia a vitória, mas pecou nas finalizações, porém garante que há condições de vencer o Furacão na Arena da Baixada

23:10 | 16/05/2019
 Ceni terá dores de cabeça para montar o time
Ceni terá dores de cabeça para montar o time (Foto: Aurélio Alves/O POVO)

Com quatro jogadores impossibilitados de jogar (três por regulamento e um por lesão) e poupando outros para o jogo de domingo, 19, contra a Chapecoense, pela Série A do Brasileiro, Rogério Ceni escalou um Fortaleza bem modificado para enfrentar o Athletico-PR no Castelão, em jogo realizado na noite desta quinta-feira, 16, valendo pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado foi um empate sem gols, considerado injusto por Ceni, mas o treinador frisou que não há desistência do torneio.

“Primeiro que quando eu coloco um time em campo, acredito nele. E a Copa do Brasil é muito importante, mas a Copa do Nordeste também é e o Campeonato Brasileiro também, mas eu não faço mágica. E o jogo está aberto ou alguém duvida que o Fortaleza pode ganhar do Athletico lá ou empatar e levar para as penalidades?”, disse Ceni, relembrando que no Nordestão está em jogo um título inédito e que na Série A o time precisa pontuar urgentemente.

Contra o Furacão, o treinador acredita que faltou melhor sorte ao Leão. “Desculpem, mas as chances foram criadas. Se teve algum time que tinha que sair daqui com a vitória fomos nós”, opinou. A chance mais clara da partida caiu nos pés de Marlon, aos 15 minutos do segundo tempo. Ele recebeu cruzamento de Bruno Melo da esquerda, ficou de frente para o goleiro adversário, sem marcação, mas pegou mal na bola e mandou para fora.

Rogério Ceni revelou que não queria ter colocado Edinho na partida, mas se viu obrigado pelas condições de jogo. Quanto a Osvaldo, fez teste no vestiário para saber se aguentar jogar no domingo, em Chapecó, já que o time não treina nesta sexta-feira, 17, mas apenas embarca para Santa Catarina. Quem não jogou fez treino físico no Castelão ao fim do jogo.

Sobre o jogo de domingo, contra a Chapecoense, Ceni comentou que “chega uma hora que cansa somente jogar bem, tem que jogar bem e trazer pontos”, principalmente porque o time catarinense é concorrente direto na luta pela permanência.

Brenno Rebouças