PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Paulo Roberto diz que Fortaleza deve buscar ter a posse de bola na Série A: "Não podemos mudar estilo"

Volante ainda deu pista que o time deve entrar em campo contra o Palmeiras com quatro atacantes

17:07 | 26/04/2019
Jogador deu entrevista coletiva nesta sexta-feira, 26, antes de viagem a São Paulo
Jogador deu entrevista coletiva nesta sexta-feira, 26, antes de viagem a São Paulo (Foto: Mateus Dantas/O POVO)

Tendo atuado na Série A do Brasileiro nas últimas quatro temporadas, sendo as duas mais recentes pelo Corinthians, o volante Paulo Roberto é um dos jogadores do atual elenco do Fortaleza com mais propriedade para falar do jogo de estreia do Leão na competição, domingo, 28, diante do Palmeiras. Em coletiva, depois do último treino da delegação tricolor antes do embarque para São Paulo, na manhã desta sexta-feira, 26, o jogador comentou sobre o início da caminhada do Leão na elite do futebol nacional.

"O nível da competição é bem mais alto, é onde estão as principais equipes do Brasil, mas temos que entrar focados, sabendo que nossa equipe é boa e vai brigar por coisas boas. Temos consciência que vamos enfrentar equipes com qualidade técnica superior a todas que enfrentamos até aqui, mas estamos preparados", garante o volante.

Dupla de Felipe no meio de campo do Leão, o jogador deu uma pista de que o técnico Rogério Ceni deve manter a formação com quatro jogadores de frente, já que “deu liga” no Campeonato Cearense. “A gente entendeu bastante o que é jogar com quatro atacantes, mas se for ver eles ajudam bastante na marcação. Edinho e Osvaldo acompanham a lateral até a linha de fundo, Júnior (Santos) e Wellington não dão descanso para o volante adversário jogar, então para os volantes (do Fortaleza) é mais fácil, porque a gente se preocupa mais com os meias e atacantes. Eles têm essa consciência tática que ajuda a gente bastante", explicou taticamente o estilo de jogo do Leão, Paulo Roberto.

Para quem espera um Fortaleza acuado no campo de defesa, esperando o Palmeiras, o volante desconstrói essa ideia, confirmando que o time tentará ficar mais tempo com a bola na Série A. “Independente de quem a gente enfrentar, não podemos mudar nosso estilo de jogo, que é o de manter a posse de bola. Na série A a gente vai precisar muito mais disso, porque se a posse for do adversário, eles têm mais qualidade para atacar. É como o Rogério diz, temos que manter a posse de bola para ter mais condições de igualar o jogo", revela.

Na teoria pode parecer fácil, mas Paulo Roberto, que já jogou no Allianz Parque contra o Palmeiras, garante que o nível de dificuldade será bem alto, mesmo que Felipão resolva não utilizar o time considerado titular. “É uma equipe muito boa, com 37 jogadores de alto nível que poderiam ser titulares em qualquer time do Brasil. Não sabemos qual grupo vai jogar, mas independente se é titular ou reserva, são jogadores qualificados e sabemos que a torcida empurra, cobra bastante. Temos que ser inteligentes e não ter medo de jogar”, disse.

VEJA MAIS: FUTCAST #51 - O que esperar de Ceará e Fortaleza na Série A?

Listen to "#51 - O que esperar de Ceará e Fortaleza na Série A?" on Spreaker.

FORTALEZA CAMPEÃO CEARENSE 2019 | NA PRANCHETA #52

Brenno Rebouças