Ceni conversa com diretoria do Fortaleza por duas horas, mas permanência segue indefinidaFortaleza Esporte Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Ceni conversa com diretoria do Fortaleza por duas horas, mas permanência segue indefinida

20:53 | 23/11/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Atualizada às 21h13min
Ficou para a próxima semana a definição sobre a permanência de Rogério Ceni no Fortaleza. O presidente Marcelo Paz explicou como está o andamento da negociação e se mostrou confiante na manutenção do atual treinador tricolor para o ano de 2019, quando o clube disputará a Série A do Campeonato Brasileiro.

%2b Fortaleza se despede da Série B com derrota para o Coritiba

"Tivemos uma conversa muito boa hoje à tarde. Não definimos ainda a situação. Vamos ter mais diálogo na segunda-feira, terça-feira. Estamos caminhando para que possa dar certo. Não tem nada a ver com questão financeira. Esse ponto já é pacífico. Mas sim de projeto", revelou o presidente Marcelo Paz após do Fortaleza contra o Coritiba, no Paraná.

"Houve uma conversa por mais de duas horas. Abordamos vários aspectos. Acredito que possamos caminhar para algo positivo, mas não está fechado", completou o presidente.

O técnico Rogério Ceni levou o Fortaleza ao título inédito da Série B com uma campanha dominante. Foram 38 jogos com 21 vitórias, oito empates e oito derrotas. A equipe tricolor só não liderou o campeonato em duas rodadas: a 1ª e a 4ª.

CENI FALA SOBRE NEGOCIAÇÃO
Alguns minutos depois de o presidente Marcelo Paz participar da coletiva de imprensa, Rogério Ceni conversou com os jornalistas e comentou sobre a negociação com a diretoria. O técnico fez questão, assim como o mandatário tricolor, de deixar claro que a permanência dele como técnico não tem nada a ver com a parte salarial.

"Temos algumas coisas no entorno disso, mas não tem a ver com salário. São algumas coisas ao redor, da parte de estrutura, do que que a gente pode montar para o ano que vem. Tivemos uma conversa boa demais por mais de duas horas e devemos continuar na próxima semana", afirmou Ceni.
TAGS