Em meio a possível paralisação da Série B, Marcelo Paz vê situação como improvávelFortaleza Esporte Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Em meio a possível paralisação da Série B, Marcelo Paz vê situação como improvável

Por conta de problemas contratuais entre Globo e Coritiba principalmente, pagamento de última parcela por direitos televisivos aos demais clubes não foi efetuada, acarretando em protesto dos dirigentes

15:55 | 31/10/2018
NULL
NULL
[FOTO1] A Série B do Campeonato Brasileiro pode ser paralisada por conta de impasse contratual envolvendo Coritiba, Globo e CBF, segundo apuração do UOL. O desacerto entre a emissora e o Coxa acabou levando ao não pagamento de uma parcela de aproximadamente R$ 400 mil a 18 clubes, incluindo o Fortaleza. Um protesto desses times poderia acarretar numa possível paralisação, de acordo com informações do portal, que garantia ao menos quatro times pensando nessa possibilidade. 

Contudo, o Esportes O POVO consultou o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, e ele disse achar improvável essa parada da Série B nesta reta final, faltando cinco rodadas para o fim. "[Paralisação] Não é o sentimento, mas há uma insatisfação de 18 clubes, com exceção de Goiás e Coritiba, que recebem diferente. Os demais times receberam a informação que não receberiam o pagamento de cerca de R$ 400 mil, que estava previsto, e estão negociando com CBF e Globo", declarou o mandatário. 

Esse impasse entre Coritiba e Globo acontece porque a emissora enviou ao Coxa e ao Goiás, que recebem aproximadamente R$ 8 milhões a mais que os outros 18 clubes da segunda divisão pelos seus anos recentes na Série A, um aditivo contratual visando garantir direitos de transmissão até 2022. Diferente do alviverde goiano, que assinou o termo, os paranaenses, por terem contrato com o Esporte Interativo a partir de 2019, pediram para que esse aditivo fosse válido somente neste ano. A Globo, porém, não acatou a ideia e suspendeu os pagamentos da última parcela aos outros clubes. 

Esse não pagamento gerou o protesto em conjunto desses clubes afetados, que já entraram em contato com a CBF que disse, ao UOL, estar acompanhando a situação e aguardando solução. Ainda segundo o portal, a TV Globo disse em nota que não ficou sabendo de nenhuma possível paralisação da Série B. 
 
TAGS