PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube

Gustagol marca à la Ceni e Fortaleza bate o Guarani na estreia da Série B

Rogério Ceni garantiu muitas vitórias ao São Paulo com seus gols de falta durante sua longa carreira como goleiro. Na noite dessa sexta-feira, o agora técnico pôde saborear um triunfo da sua equipe, o Fortaleza, depois de assistir à beira do campo uma linda cobrança de Gustavo, o Gustagol, seu centroavante e ex-jogador do Corinthians, […]

21:45 | 13/04/2018

Rogério Ceni garantiu muitas vitórias ao São Paulo com seus gols de falta durante sua longa carreira como goleiro. Na noite dessa sexta-feira, o agora técnico pôde saborear um triunfo da sua equipe, o Fortaleza, depois de assistir à beira do campo uma linda cobrança de Gustavo, o Gustagol, seu centroavante e ex-jogador do Corinthians, já aos 49 minutos do segundo tempo. O gol decretou a vitória por 2 a 1, de virada, em cima do Guarani, que chegou a Arena Castelão embalado pelo título da Série A2 do Campeonato Paulista, mas sucumbiu na rodada de estreia do Campeonato Brasileiro da Série B.

Afim de esquecer a derrota para o Ceará nas finais do estadual cearense, o Leão entrou em campo determinado a tomar a iniciativa do jogo, com uma formação extremamente ofensiva. Por outro lado, os campineiros tiveram de se virar sem Fernando Lombardi (poupado), Baraka (poupado), Bruno Nazário (pediu para não atuar), Bruno Mendes (incômodo muscular) e Erik (suspenso).

Mesmo assim, o Guarani conseguiu passar pelo primeiro tempo sem sofrer grandes sustos. Apesar de uma posse de bola perto dos 70%, o Fortaleza encontrou muita dificuldade em passar pela retranca bugrina.

Coube, então, ao lateral Tinga resolver a questão. Aos 18 minutos da etapa final, o veloz jogador resolveu se virar sozinho, passou por dois marcados dentro da área e mandou um balaço de canhota para dentro do gol.

A vantagem trouxe alívio aos donos da casa, afinal, o Guarani não parecia ter forças para reagir. O que ninguém esperava é que uma cobrança de escanteio dessa ao Guarani o gol de empate.

E foi o que aconteceu aos 29 minutos. O goleiro Matheus salvou na primeira, mas nada pôde fazer no rebote, diante do camisa 9 à sua frente. Foi um verdadeiro balde de água fria na equipe de Rogério Ceni.

Nos minutos finais, enquanto o técnico Umberto Louzer deu a ordem para o time se defender com todos os jogadores, inclusive com Edson Silva, que entrou na vaga de do centroavante Pedro, Ceni mandou todo mundo para o ataque.

A pressão foi forte, o Fortaleza não desistiu e o prêmio para quem buscou mais o resultado chegou no último lance da partida. Aos 49 minutos, Gustavo, o Gustagol, ex-Corinthians, cobrou falta por cima da barreira, no ângulo de Bruno Brígido. Um golaço. O da vitória do Leão.

Na próxima rodada, o Fortaleza jogará como visitante diante do Boa Esporte, terça, às 19h15, em Minas. No sábado da semana que vem, o Bugre buscará a reação em casa, em Campinas, contra o Sampaio Corrêa, às 16h30, sempre em horário de Brasília.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 2 X 1 GUARANI

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: sexta-feira,13 de abril de 2018

Horário: 19h15 horas (de Brasília)

Árbitro: Claudio Francisco Lima E Silva (SE)

Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (SE)

Cartões amarelos: Fabinho (Fortaleza); Bruno Brígido, Philipe Maia, Marcílio, Ricardinho (Guarani)

GOLS:

Fortaleza: Tinga, aos 18, e Gustavo, aos 49 minutos do 2T

Guarani: Pedro, aos 29 minutos do 2T

FORTALEZA: Matheus Inácio; Tinga, Diego Jussani, Adalberto e Bruno Melo; Jean Patrick (Wallace), Derley, Edinho e Alan Mineiro (Dodô); Osvaldo (Wilson) e Gustavo.

Técnico: Rogério Ceni

GUARANI: Bruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Anderson Jesus e Marcílio; Ricardinho, Denner (Luan), Kevin (Serafim) e Rondinelly; Caíque e Pedro (Edson Silva)

Técnico: Umberto Louzer

Gazeta Esportiva

Recomendadas para você

Comentários