PUBLICIDADE
Esportes

CA/FCF garante trio local para próximo jogo do Fortaleza e sindicato muda discurso

11:44 | 05/03/2018
Árbitro dando cartão vermelho, cercado de atletas do Fortaleza e do Ceará
Árbitro dando cartão vermelho, cercado de atletas do Fortaleza e do Ceará
[FOTO1] 
Dois quartetos cearenses vão concorrer para apitar o jogo entre Uniclinic e Fortaleza, marcado para quinta-feira, 8, no Domingão, às 19 horas. Quem garante é o vice-presidente da Comissão de Arbitragem da FCF, Almeida Filho, que preferiu não dar muitos detalhes. “Está tudo resolvido”, limitou-se a dizer o ex-árbitro, confirmando que o sorteio da arbitragem para a rodada do meio de semana, programado para às 13 horas desta segunda, 5, está mantido. 

O Esportes O POVO questionou sobre os nomes escalados para o sorteio, mas a CA/FCF não quis informar. Almeida Filho afirmou, no entanto, que nem toda a categoria está ao lado do sindicato. “Muita gente nos procurou e disse que não tinha assinado, que não tinham concordado com isso”. Um dos que ficou de fora do movimento foi o árbitro assistente Mardônio Ribeiro, do quadro CBF. Em conversa com a reportagem ele alegou questões particulares por não ter assinado, mas frisou que não quer dizer que ele não concorde com a reivindicação.

Em conversa com outros árbitros que pediram para ter seus nomes preservados, o Esportes O POVO apurou que grande parcela da categoria mantém a decisão coletiva, mas o presidente da CA/FCF, Paulo Silvio, informou que vão para o sorteio um árbitro do quadro Especial e outro do quadro de Promissores.

Sindicato pode ceder 

O presidente do Sindicato dos Árbitros (Sindarf), João Lucas, mudou o discurso em relação ao movimento de negativa da arbitragem a atuar em jogos do Fortaleza. Em conversa com o Esportes O POVO, ele afirmou que “entende que o Sindarf tem que estar disposto a ouvir os dois lados, tanto do patronato, como FCF e clubes, quanto os associados e que estão abertos aos diálogo”.

Segundo Lucas, na manhã desta segunda houve uma conversa da CA/FCF com alguns árbitros e estes vão se reunir no sindicato às 18 horas para deliberar novamente sobre o movimento. 

TAGS