PUBLICIDADE
Esportes

Everton será julgado por agressão e pode desfalcar Fortaleza por até 12 jogos

19:47 | 06/07/2017
Atleta Everton fazendo o movimento de chutar uma bola, em meio a um jogo do Fortaleza
Atleta Everton fazendo o movimento de chutar uma bola, em meio a um jogo do Fortaleza

[FOTO1] 

Sem contar com o atacante Lúcio Flávio, que se recupera de lesão no ombro esquerdo, o Fortaleza pode perder mais um atleta por longo período. O meia Everton será julgado na 1ª Comissão Disciplinar do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na segunda-feira, 10, e pode pegar de 4 a 12 partidas de suspensão.

O atleta foi denunciado no artigo 254-A, que corresponde a “praticar agressão física”. O lance em questão aconteceu no jogo do Fortaleza contra o Sampaio Corrêa, realizado dia 18/6, no PV, pela 6ª rodada da Série C, quando Everton acabou dando um pisão na perna esquerda do atleta Diego Valderrama, ao disputar uma bola perto da linha lateral. O jogador do Fortaleza foi expulso na ocasião e já cumpriu a automática.

O julgamento de Everton é o terceiro da pauta e a sessão está programada para começar às 13 horas, na sede do STJD.

Foram denunciados também, pela mesma partida, o atleta Hiltinho e o técnico Francisco Diá, ambos do Sampaio Corrêa. O primeiro será julgado pela expulsão, mas a pena pode ser apenas uma advertência, enquanto o segundo pode pagar multa de R$ 100 a R$ 100 mil e pegar de uma seis partidas de suspensão, por ofensa moral.

TAGS