PUBLICIDADE
Esportes

Atacantes do Fortaleza estão há três jogos sem marcar e Bonamigo promete foco no setor

16:08 | 09/07/2017
Paulo Bonamigo, técnico do Fortaleza, em entrevista coletiva
Paulo Bonamigo, técnico do Fortaleza, em entrevista coletiva

[FOTO1]

O Fortaleza está há três partidas sem vencer na Série C do Campeonato Brasileiro e o setor de ataque é o de maior responsabilidade pela queda de rendimento. Nos últimos 270 minutos jogados, os homens de frente do Leão não marcaram nenhum gol, já que o tento do empate contra o Confiança foi feito pelo lateral esquerdo Bruno Melo. O técnico do Fortaleza, Paulo Bonamigo, diz que o foco agora será corrigir a falta de gols.

“Eu tenho que trabalhar o último terço (de campo), eu já tinha detectado isso. Tô procurando dar uma ênfase maior para essa última parte de campo porque é o que tá gerando certo desequilíbrio”, explicou o comandante tricolor. Ele ainda qualificou como preocupante o fato da equipe ter marcado apenas um gol nos últimos três jogos.

Bonamigo lembrou ainda a ausência de Lúcio Flávio do time, justificando a seca de bola na rede. “Nós perdemos o Lúcio, uma referência, nosso artilheiro, evidente que é um jogador importante”, disse.

Quando questionado sobre contratações, o treinador foi sucinto. “Temos necessidade. É uma competição em que os atacantes se machucam muito, muito contato físico, e tu tem que ter quantidade e qualidade”.

Especulações

O executivo de futebol do Fortaleza, Sérgio Papellin, disse em entrevista à Rádio O POVO/CBN que até esta segunda-feira, 10, dois atacantes devem acertar com o Leão. Os nomes mais badalados são os de Paulo Sérgio, que atua no futebol da Coréia do Sul e Guilherme Queiroz, da Portuguesa-SP.

Outro que pode pintar no Pici é Leandro Carvalho, do Paysandu. O atleta tem proposta do Fortaleza, assim como do Ceará, segundo seus procurados. Ele deve ter seu destino definido também nesta segunda, de acordo com o executivo de futebol do time paraense, André Mazzuco.

TAGS