Participamos do

Fábio defende pênalti e Fluminense vence o Millonarios de virada na Libertadores

Fluminense e Millonarios duelam no jogo de volta na próxima terça-feira, em São Januário. Os tricolores podem empatar que avançam na competição
10:37 | Fev. 23, 2022
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Fluminense conquistou grande resultado nesta terça-feira, 23,  ao vencer por 2 a 1 o Millonarios-COL, em Bogotá. O confronto foi o de ida pela segunda fase da Pré-Libertadores.

Os donos da casa abriram o placar no início do primeiro tempo, com Sosa. O autor do gol foi expulso poucos minutos depois. Com um a mais, o Fluminense chegou ao empate antes do intervalo, com David Braz. Na etapa final, o goleiro Fábio defendeu um pênalti. Depois, Cano virou o jogo para os tricolores.

Fluminense e Millonarios duelam no jogo de volta na próxima terça-feira, em São Januário. Os tricolores podem empatar que avançam na competição sul-americana.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O jogo

O Millonarios aproveitou a primeira chance criada para abrir o placar, aos oito minutos. Sosa recebeu passe na área e chutou no ângulo, sem chance para Fábio.

O revés foi sentido pelo Fluminense, que viu o Millonarios ter o controle da partida. No entanto, os tricolores tiveram chance de empatar aos 16 minutos. Willian Bigode foi lançado na área, mas chutou sobre o travessão. A situação melhorou para os cariocas dois minutos depois. Autor do gol colombiano, Sosa deu uma cotovelada em Willian Bigode e acabou sendo expulso.

A partir dai, o Fluminense passou a dominar o jogo. Os tricolores tinha a posse de bola, mas pouco criavam o ataque. Em uma das poucas chances, Fred foi lançado, mas acabou sentindo uma lesão antes da finalização.

Nos minutos finais, os cariocas aumentaram a pressão e foram recompensados aos 42 minutos. Yago arriscou da entrada da área e viu o goleiro Montero dar rebote. Luiz Henrique tentou o chute, mas escorregou e viu a bola chegar para David Braz mandar para a rede e empatar o confronto antes do intervalo.

No segundo tempo, o Fluminense parecia que chegaria ao gol no início. Com um minuto, os tricolores já tinham desperdiçado duas ótimas chances, com Arias e Luiz Henrique. Só que aos dois minutos, Yago derrubou Ruiz na área e o árbitro marcou pênalti. Silva foi para a cobrança, mas parou em defesa de Fábio.

O susto foi sentido pelo Fluminense, que viu o Millonarios melhorar em campo. Mesmo em desvantagem numérica, os colombianos chegavam com mais perigo ao ataque. Só que em um contra-ataque rápido, os tricolores viraram o jogo em Bogotá. Martinelli lançou Luiz Henrique, que tocou para Germán Cano empurrar para a rede.

O Fluminense teve a chance de ampliar em seguida ao gol. Martinelli novamente lançou Luiz Henrique. Desta vez, o atacante tentou a cavadinha para encobrir Montero, mas mandou pela linha de fundo. Depois, foi a vez de Cano tentar por cima do goleiro e também errar o alvo.

Nos minutos finais, o Fluminense administrou o resultado. Os tricolores trocaram passes no setor ofensivo para garantir a vitória fora de casa na estreia da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
MILLONARIOS-COL 1 X 2 FLUMINENSE-BRA

Local: Estádio Nemesio Camacho, o El Campin, em Bogotá (Colômbia)
Data: 22 de fevereiro de 2022 (Terça-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Darío Herrera (Argentina)
Assistentes: Gabriel Chade (Argentina) e Cristian Navarro (Argentina)
Cartões amarelos: Llinás (Millonarios); Felipe Melo, David Braz e Calegari (Fluminense)
Cartões vermelhos: Sosa (Millonarios)

GOLS
MILLONARIOS: Sosa, aos 8min do primeiro tempo
FLUMINENSE: David Braz, aos 42min do primeiro tempo; Germán Cano, aos 31min do segundo tempo

MILLONARIOS: Álvaro Montero, Andrés Román (Elvis Perlaza), Andrés Llinás, Juan Pablo Bargas e Ómar Bertel; Stiven Vega, Larry Vásquez (Richard Celis), Eduardo Sosa, Daniel Ruiz (Edgar Guerra) e David Silva (Juan Pereira); Diego Herazo (Jader Valencia)
Técnico: Alberto Gamero

FLUMINENSE: Fábio, Nino, Felipe Melo (Ganso) e David Braz; Calegari, André, Yago Felipe (Martinelli) e Cris Silva (Pineida); Luiz Henrique, Willian Bigode e Fred (Cano)
Técnico: Abel Braga

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags