Surto de caxumba adia decisão entre Fla e Flu na Copa do Brasil sub-17Futebol | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Surto de caxumba adia decisão entre Fla e Flu na Copa do Brasil sub-17

Programada para esta terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em pleno Maracanã, a final da Copa do Brasil sub-17 entre Flamengo e Fluminense teve que ser adiada por conta de uma crise de caxumba. A doença afetou funcionários e atletas do Rubro-Negro carioca. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) atendeu ao pedido do Flamengo e [?]

16:30 | 11/12/2018

Programada para esta terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em pleno Maracanã, a final da Copa do Brasil sub-17 entre Flamengo e Fluminense teve que ser adiada por conta de uma crise de caxumba. A doença afetou funcionários e atletas do Rubro-Negro carioca.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) atendeu ao pedido do Flamengo e remarcou a final do torneio mata-mata de categoria de base para o dia 21 de dezembro, uma sexta-feira, às 20h00. O local da partida ainda não foi definido pela organização.

Em nota oficial divulgada no site do Rubro-Negro, o médico do departamento de futebol de base do clube, Dr. Gustavo Dutra, esclareceu que todos os cuidados foram tomados.

?Atualmente, a dose completa da vacina possibilita ao paciente entre 80% a 90% de imunidade com relação à doença. Todos os atletas e funcionários afetados eram vacinados, e apresentaram, devido a isso, os sintomas mais leves da enfermidade. Nenhum deles precisou ser internado, todos estão se recuperando em casa, sob as devidas orientações médicas?, explicou, antes de completar.

?Ao iniciarem os primeiros sintomas da doença, foram imediatamente medicados, isolados e afastados de quaisquer atividades físicas, esportivas ou competitivas, como treinos e jogos, e colocados em repouso absoluto. Essa é a conduta, e o afastamento e recuperação são por tempo indeterminado, com reavaliação no mínimo semanal da situação de cada um deles. Importante ressaltar também que os sintomas aparecem em torno de duas semanas após o primeiro contato com o vírus?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS