Jogadores lamentam empate e voltam a citar atraso nos saláriosFutebol | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Jogadores lamentam empate e voltam a citar atraso nos salários

O Fluminense segue em má fase neste fim de temporada e, nesta segunda-feira, ficou no empate sem gols com Ceará, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado é quinto sem vitória dos tricolores, que seguem ameaçados pelo rebaixamento. O volante Airton admitiu que a equipe tem sofrido nos últimos jogos. ?A gente sabia que seria [?]

21:30 | 19/11/2018

O Fluminense segue em má fase neste fim de temporada e, nesta segunda-feira, ficou no empate sem gols com Ceará, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado é quinto sem vitória dos tricolores, que seguem ameaçados pelo rebaixamento. O volante Airton admitiu que a equipe tem sofrido nos últimos jogos.

?A gente sabia que seria um jogo muito difícil, mas era uma partida em casa e tínhamos que sair de campo com a vitória. Não estamos conseguindo as vitórias, mas temos que ter tranquilidade para acabar com está sequência na próxima partida?, disse.

O atacante Luciano lamentou o resultado, que poderia dar tranquilidade ao Fluminense visando o confronto de volta pela semifinal da Sul-Americana, contra o Atlético-PR.

?É um empate com sabor de derrota. A gente queria a vitória para ter um pouco de tranquilidade antes do jogo contra o Atlético-PR. Agora é seguir trabalhando para sair desta situação?, declarou.

O jogador comentou as vaias recebidas pela equipe após o apito final. Para Luciano, a torcida precisa entender que o elenco passar por um momento complicado pelo atraso dos salários.

?As vaias são justas, mas chamar o time de sem-vergonha não é. Todos sabem a situação que o elenco está passando. Creio que isso é injusto com a gente?, comentou.

O atacante Marcos Júnior falou sobre a falta de gols da equipe nos últimos jogos. O tricolor também falou sobre o atraso nos salários depois da partida.

?Está uma zica para fazer gol. O time precisa de concentração na hora de finalizar para a bola entrar. Não quero expor o clube, não, porque a situação já está difícil. Temos de reagir, buscar pontos foras, agora ter tranquilidade e esfriar a cabeça?, falou.

O Fluminense volta a campo nesta quinta-feira, quando terá pela frente o Bahia, em Salvador, pelo Campeonato Brasileiro. Com 42 pontos, os tricolores treinaram a rodada na 13ª posição, cinco acima da zona de rebaixamento faltando apenas três rodadas para o fim da Série A.

Gazeta Esportiva

TAGS