Fluminense pede desculpas à jornalista assediada em semifinal do Sub-20Futebol | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Fluminense pede desculpas à jornalista assediada em semifinal do Sub-20

Um episódio neste sábado comprova por que ainda falta muito para que as mulheres consigam igualdade dentro dos gramados, seja como jogadora ou como qualquer outra profissional no universo do futebol. Sarah Borborema, assessora do Vasco Sub-20, não conseguiu realizar seu trabalho na semifinal da equipe contra o Fluminense, nas Laranjeiras, por conta dos inúmeros [?]

15:30 | 28/04/2018

Um episódio neste sábado comprova por que ainda falta muito para que as mulheres consigam igualdade dentro dos gramados, seja como jogadora ou como qualquer outra profissional no universo do futebol. Sarah Borborema, assessora do Vasco Sub-20, não conseguiu realizar seu trabalho na semifinal da equipe contra o Fluminense, nas Laranjeiras, por conta dos inúmeros xingamentos de caráter sexista direcionados à jornalista.

Na noite de ontem, ela chegou a postar em uma rede social uma foto com outras mulheres. Na legenda, os dizeres: ?Vai ter evento no futebol organizado pela mulherada sim! Que time?, com a hashtag Deixa Ela Trabalhar. O movimento foi lançado em março após uma série de profissionais mulheres decidirem se unir para denunciar abusos por parte de torcedores, jogadores e outros profissionais. Infelizmente, apenas horas depois, Sarah precisou ser retirada do jogo onde trabalharia por medidas de segurança.

Em nota, o Fluminense repudiou a atitude dos torcedores. ?O Fluminense Football Club condena a atitude de um grupo de torcedores tricolores que agrediu verbalmente uma funcionária do Vasco, neste sábado, em Laranjeiras, na semifinal do Carioca Sub-20. Por ser radicalmente contra a ações desta natureza, o clube pede publicamente desculpas. #DeixaElaTrabalhar?.

Gazeta Esportiva

TAGS