PUBLICIDADE
Esportes

Fluminense é surpreendido na Copinha pelo Tubarão-SC

Numa das maiores surpresas da fase inicial da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Fluminense foi derrotado pelo Tubarão-SC, de virada, por 3 a 2 em partida disputada na tarde deste sábado, no estádio Bento de Abreu, em Marília. O resultado fez o Tricolor das Laranjeiras permanecer com três pontos ganhos e cair para [?]

18:15 | 06/01/2018

Numa das maiores surpresas da fase inicial da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Fluminense foi derrotado pelo Tubarão-SC, de virada, por 3 a 2 em partida disputada na tarde deste sábado, no estádio Bento de Abreu, em Marília. O resultado fez o Tricolor das Laranjeiras permanecer com três pontos ganhos e cair para a segunda terceira colocação no Grupo 8. O Tubarão também soma três pontos, mas ocupa a terceira posição por critérios técnicos. O líder da chave é o Marília com quatro pontos ganhos. O time da casa empatou sem gols com o Mogi Mirim no primeiro jogo.

O jogo ? A partida começou equilibrada, mas logo aos três minutos, o Fluminense criou a primeira oportunidade, quando Evanilson arriscou de fora da área e a bola encobriu o travessão defendido por Vinicius Cima. Com o passar do tempo, o Tricolor das Laranjeiras foi assumindo o controle do jogo e aos cinco foi a vez de Renato também adrriscar, mas a bola saiu com perigo.

O Tubarão criou o primeiro momento de perigo aos dez minutos, quando após cruzamento na área, Zé Vítor chutou com muito perigo.

Aos 15 minutos, o Fluminense marcou o primeiro gol. Renato fez ótimo lançamento para Ramon que invadiu a área e tocou na saída de Vinicius Cima. Logo depois, o time carioca quase ampliou em chute de Rafael Resende que Vinicius espalmou e a zaga aliviou.

O Fluminense passou a administrar a vantagem, enquanto o time de Santa Catarina tentava se organizar para buscar o gol do empate. Aos 35 minutos, Arthur enfiou para Roberto que chutou forte. O goleiro Heitor defendeu parcialmente, mas conseguiu se recuperar antes da chegada de Zé Vitor.

A pressão deu resultado e o Tubarão empatou aos 38 minutos. Israel Jr. recebeu lançamento e encobriu o goleiro Heitor que saiu para tentar fechar o ângulo.

Depois de sofrer o gol do empate, o Fluminense voltou a pressionar, mas o Tubarão soube se defender bem e segurar a igualdade até o final do primeiro tempo.

O segundo tempo começou com o Fluminense bem mais agressivo. Aos três minutos, Carlinhos bateu com muito perigo, mas a bola saiu. Logo depois foi a vez de Rafael Resende chutar com perigo. Aos nove minutos, o chute de Ramon tirou tinta da trave defendida por Vinicius Cima.

Aos 16 minutos, o goleiro Vinicius saiu muito bem e evitou a conclusão de Evanilson que recebeu livre na pequena área. O Tubarão respondeu com uma cabeçada perigosa de Bruno Camacho que Heitor defendeu com segurança.

Aos 20 minutos, o zagueiro Alex que já havia atingido Bruno Camacho com uma cotovelada, tentou acertar outro adversário pelas costas e recebeu cartão vermelho, deixando o Fluminense com dez jogadores.

Dois minutos depois, o Tubarão desempatou. Luiz Fernando cruzou e Luciano pegou, de primeira. O goleiro Heitor tentou a defesa, mas não conseguiu impedir que a bola entrasse.

Logo depois, o time de Santa Catarina quase chegou ao terceiro gol, em cabeçada de Vinicius Kuerten ,mas o goleiro Heitor conseguiu desviar para escanteio.

Sem outra alternativa, o Fluminense, mesmo com um jogador a menos, partiu para buscar o empate. Aos 28 minutos, em cruzamento na área, Lucas se antecipou ao goleiro Vinicius Cima e cabeceou por cima, dando um susto no time catarinense.

O Tricolor das Laranjeiras seguiu pressionando em busca do gol do empate, enquanto o Tubarão tentava aproveitar os espaços para liquidar a partida, mas seus atacantes encontravam dificuldades para concretizar as chances.

Aos 40 minutos, João Vitor foi derrubado na área e Kelvin bateu firme para marcar o terceiro gol. O Fluminense não desistiu e ainda marcou o segundo gol nos acréscimos, através de Caio que aproveitou uma confusão na área catarinense.

Gazeta Esportiva

TAGS