PUBLICIDADE
Esportes

Fluminense garante que rebaixamento não preocupava no Brasileirão

  O Fluminense conseguiu respirar mais aliviado após a vitória de 2 a 1 sobre o Botafogo, de virada, no clássico do fim de semana. O time chegou aos 42 pontos, se distanciando em sete pontos da zona de rebaixamento, que era uma preocupação pelos lados das Laranjeiras. Há quem fale até mesmo em pensar [?]

12:30 | 06/11/2017

 

O Fluminense conseguiu respirar mais aliviado após a vitória de 2 a 1 sobre o Botafogo, de virada, no clássico do fim de semana. O time chegou aos 42 pontos, se distanciando em sete pontos da zona de rebaixamento, que era uma preocupação pelos lados das Laranjeiras. Há quem fale até mesmo em pensar na conquista de uma vaga na Copa Libertadores, já que a distância para a faixa da tabela que leva para o torneio continental caiu para cinco pontos.

Na visão dos jogadores do Fluminense, ainda é complicado fazer planos para o futuro em uma competição que tem sido marcada pelo equilíbrio e por um grande sobe e desce. Porém, todos garantem que o elenco jamais projetou lutar somente na parte de baixo da tabela.

?A zona de rebaixamento é algo que não passava pela nossa cabeça, mesmo quando a gente estava perto dela. Não temos num time para lutarmos na parte de baixo da tabela de classificação, mas vamos trabalhar com tranquilidade, pensando no jogo a jogo?, disse o zagueiro Renato Chaves.

O goleiro Diego Cavalieri concorda: ?O nosso foco sempre foi tentar chegar nas primeiras posições da tabela de classificação, mas sabemos que o Campeonato Brasileiro é marcado por uma grande irregularidade dos times, salvo algumas exceções, por ser uma competição longa e desgastante. Vamos em busca dos três pontos jogo a jogo?, disse Cavalieri.

O elenco do Fluminense, que participou de um trabalho regenerativo nesta segunda-feira, volta a treinar nesta terça-feira pela manhã, no Centro de Treinamento Antonio Pedro, quando dará sequência à preparação para o duelo contra o Coritiba, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 33ª rodada.

Fora de campo a diretoria já começou a discutir de maneira ainda tímida o planejamento para a próxima temporada. Logicamente que a posição do time na tabela do Campeonato Brasileiro pode gerar mudanças bruscas em termos de orçamento. A ideia é que Abel Braga siga no comando do time e que as principais peças permaneçam, mas a contratação de reforços ainda está comprometida por conta da pouca receita.

Gazeta Esportiva

TAGS