PUBLICIDADE
Esportes

Abel Braga lamenta gol no começo do jogo e afirma: ?Erramos muito?

Como já havia ocorrido no jogo diante da Chapecoense, o Fluminense sofreu um gol no início da partida e encontrou muita dificuldade para se organiza em campo. O técnico Abel Braga disse que sair na frente sempre é bom, mas que sua equipe tem sofrido gols no começo das partidas e acaba ficando abalada, o [?]

21:30 | 29/10/2017

Como já havia ocorrido no jogo diante da Chapecoense, o Fluminense sofreu um gol no início da partida e encontrou muita dificuldade para se organiza em campo. O técnico Abel Braga disse que sair na frente sempre é bom, mas que sua equipe tem sofrido gols no começo das partidas e acaba ficando abalada, o que dificulta a reação.

Na entrevista coletiva, o treinador do Tricolor das Laranjeiras explicou que a equipe demorou a se encontrar, mas que teve a sorte de empatar ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, Abel disse que o Fluminense até tentou, mas o Bahia se defendeu muito bem. Abel disse que gostaria de encerrar essa fase, porque sair na frente é sempre muito melhor. ?Pode ser coincidência, mas está sendo difícil conviver com esses momentos. O time sente e fica difícil recuperar o prejuízo?.

Abel defendeu o meia Gustavo Scarpa que decidiu não comemorar o gol que marcou para decretar o empate porque tinha sido vaiado por parte da torcida. ?Faz parte. Scarpa é um jogador genial. É quem tenta e quem mais tenta é quem mais erra. Torcedor sabe o jogador que ele é, o que representa?.

O técnico do Fluminense lamentou a saída de Matheus Alessandro que ia atuar em cima do lateral do Bahia que já tinha cartão amarelo, mas acabou sofrendo uma pancada na região lombar e teve que sair. E elogiou a atuação do Bahia que, segundo Abel, entrou para jogar apenas por uma bola e quase alcançou seu objetivo. ?Eles defendem bem a bola aérea. Tivemos o domínio, mas erramos muito?.

O treinador disse que o Tricolor das Laranjeiras ficou muito tempo com a bola, mas pouco exigiu do goleiro adversário, mas lembrou que Diego Cavalieri quase não pegou na bola. ?O Bahia tinha uma proposta de que o empate era bom. Para nós foi ruim?.

Em relação ao jogo diante do Flamengo, quarta-feira, pela Sul-Americana, Abel disse que o Fluminense vai para o jogo decisivo, praticamente sem treino, diante de um adversário que jogou no sábado e, que além de ter 24 horas a mais de descanso, ainda tem muito mais opções do que o Tricolor. ?A fisiologia mostra que alguns estão desgastados, mas num Fla-Flu, todos vão querer jogar?.

Gazeta Esportiva

TAGS