PUBLICIDADE
Clube de Regatas Flamengo
Noticia

Analista do Flamengo detona Ceni e revela insistência em jogadores do Fortaleza: "Força a barra"

Roberto Drummond, membro do centro de inteligência, critica trabalho do treinador no Rubro-Negro e revela indicação de cinco jogadores do Leão

17:57 | 09/07/2021
Rogério Ceni vive momento conturbado no comando do Flamengo-RJ (Foto: JÚLIO CAESAR)
Rogério Ceni vive momento conturbado no comando do Flamengo-RJ (Foto: JÚLIO CAESAR)

Sob pressão, o técnico Rogério Ceni encara clima conturbado à frente do Flamengo-RJ. Nesta sexta-feira, 9, o ge publicou um áudio de Roberto Drummond, funcionário do centro de inteligência do clube, em que fazer críticas duras ao trabalho e diz que o treinador já indicou cinco jogadores do Fortaleza para reforçar o Rubro-Negro.

No áudio de quase três minutos, o analista de scout do clube carioca diz que o comandante recusa os nomes indicados pelo departamento e "força a barra" sugerindo atletas do elenco tricolor.

"Ele só chega para a gente e fala assim: 'Eu quero um jogador do Fortaleza'. A gente vira e fala que tem um melhor. Ele já pediu cinco, se não me engano. Até hoje ele força a barra com um", disse Drummond.

"Ele só chega para a gente e fala assim: 'Eu quero um jogador do Fortaleza'. A gente vira e fala que tem um melhor. Ele já pediu cinco, se não me engano. Até hoje um ele força a barra. Vem toda hora puxar assunto dessa merda de jogador dele. 'Ah, vocês viram?'", prosseguiu.

Segundo o funcionário, dentre os pedidos de Ceni, um dos jogadores hoje atua no Ceará e outro defende o Cuiabá-MT. Do elenco da temporada 2020, o lateral-direito Gabriel Dias e o meia Marlon seguiram para o Vovô, enquanto o zagueiro Paulão foi contratado pelo Dourado. O zagueiro colombiano Juan Quintero também recebeu sondagem do Flamengo-RJ.

"Um que ele pediu já está no Ceará, outro no Cuiabá. Porra, cara, não tem como trabalhar com o cara. Ele é muito ruim. Aí a gente chega para ele com três quatro nomes bons, europeus, os caras vindo de graça, por empréstimo, aí ele fala: 'Não conheço'. Nem procura entender, saber quem é. Sinceramente", criticou o funcionário.

Drummond ainda detonou o trabalho dos auxiliares Charles Hembert e Nelson Simões e relatou que o analista de desempenho Leandro Costa, que estava no Leão e foi para o Ninho do Urubu a pedido do treinador, não entendeu o convite.

"Já aconteceu várias vezes. Ele trouxe um cara do Fortaleza, um analista de desempenho, o cara falou: 'Não sei por que ele me trouxe. Só me xinga, só falava mal de mim no Fortaleza'", contou.

"Ele é tão ruim que ele trouxe dois auxiliares. Um, quando ele teve Covid, ele não quis deixar ir para campo, porque o cara é ruim, só sabe montar campo. Ele teve que chamar o cara do sub-20 para ser auxiliar dele, de tão ruim que os caras que ele pegou trouxe. Esse francês é nojento de ruim. Gente boa para c..., esse é gente boa, mas é muito ruim. Está perdido. Enquanto ele continuar lá a gente está perdido", finalizou o funcionário.