PUBLICIDADE
Esportes
APÓS INCÊNDIO NO FLAMENGO

Justiça determina interdição do CT Ninho do Urubu

A decisão foi tomada pelo juiz Pedro Henrique Alves, da 1ª Vara da Infância da Juventude e do Idoso.

18:36 | 13/02/2019
CT Ninho do Urubu não poderá receber crianças e adolescentes até o julgamento
CT Ninho do Urubu não poderá receber crianças e adolescentes até o julgamento

Nesta quarta-feira, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro determinou a suspensão das atividades no CT Ninho do Urubu, do Flamengo. A ação proíbe a entrada, permanência ou participação de qualquer criança ou adolescente no local até o julgamento.

A decisão foi tomada pelo juiz Pedro Henrique Alves, da 1ª Vara da Infância da Juventude e do Idoso. Ao clube carioca, ainda cabe recurso em segunda instância. Em caso de descumprimento, o Flamengo será multado em R$ 10 milhões, além de mais R$ 1 milhão ao presidente Rodolfo Landim.

Veja também: Confira as homenagens colocadas em frente ao Ninho do Urubu

Na última sexta-feira, o alojamento das divisões de base do Fla foi atingido por um incêndio, que resultou em 10 atletas mortos, e outros três feridos, sendo que um deles, Cauan Emanuel recebeu alta na segunda-feira.

Depois de uma vistoria técnica na terça, por órgãos públicos, ficou marcado para esta sexta-feira uma nova reunião entre o clube e as autoridades. Somente neste encontro, uma decisão será tomada sobre o futuro do Ninho do Urubu.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) soltou uma nota, no início da noite de terça que o Corpo de Bombeiros, o Ministério Público, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública e Polícia Civil serão os responsáveis pela elaboração do relatório conclusivo. (Gazeta Esportiva)