Franca e Flamengo fecham 2018 com decisão da Copa Super 8Clube de Regatas do Flamengo | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Franca e Flamengo fecham 2018 com decisão da Copa Super 8

O último jogo do basquete nacional acontece neste sábado (29) e fecha o calendário do ano com a final da Copa Super 8, competição que juntou os oito melhores times do primeiro turno do NBB em confrontos eliminatórios e chegou à sua final com o duelo entre dois dos melhores times da temporada. A Copa [?]

18:45 | 28/12/2018

O último jogo do basquete nacional acontece neste sábado (29) e fecha o calendário do ano com a final da Copa Super 8, competição que juntou os oito melhores times do primeiro turno do NBB em confrontos eliminatórios e chegou à sua final com o duelo entre dois dos melhores times da temporada.

A Copa Super 8 terá seu último capítulo neste sábado (29), com a disputa do título entre Sesi Franca Basquete e Flamengo, no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP), às 14 horas. Quem vencer, além de finalizar o ano com um título, terá uma vaga garantida na Liga das Américas 2020, a ?Libertadores? do basquete.

O Franca, líder do primeiro turno da atual edição do NBB, vive um momento iluminado. A equipe comandada pelo treinador Helinho Garcia já acumula dois títulos na temporada ? Campeonato Paulista e Liga Sul-Americana ? e terá a chance de levantar o terceiro troféu na sua casa, o Ginásio Pedrocão.

Para chegar até a decisão, o time francano bateu o São José Basketball, nas quartas de final, por 81 a 71, e o Paulistano/Corpore, na semifinal, por 79 a 67, ambas as partidas na Capital do Basquete. Com vantagem de mando de quadra, por ter feito a melhor campanha do primeiro turno, o Franca decidirá diante de sua torcida.

?A gente vem numa pegada de muitos jogos decisivos, o que é importante pois já temos uma maneira de jogar consistente em todas as partidas e a final deste sábado é mais uma oportunidade de fazer isso. Sabemos da força do Flamengo, que cresceu muito desde o último duelo aqui em Franca, mas estamos muito confiantes e animados de decidir o título com o Pedrocão lotado?, disse o ala francano André Goes.

Um dos destaques da equipe, o pivô Rafael Hettsheimeir ressaltou a importância de jogar mais uma final, principalmente com o apoio dos torcedores, o famoso ?sexto jogador?. ?Mais uma final. Jogo importante contra uma grande equipe, que já virou um clássico. Será um grande espetáculo, com o apoio da nossa torcida. O Flamengo é um adversário muito complicado, que com certeza vem para cá com o objetivo de ganhar. Mas estaremos em casa, com nossa torcida, o sexto jogador, e vamos em busca de fazer um grande jogo e conseguir mais um título?, afirmou o pivô Rafael Hettsheimeir.

Já o Flamengo, terceiro colocado no primeiro turno, começou a temporada com tudo, levantando o troféu do Campeonato Carioca de forma invicta e com um início forte na competição nacional. Depois, a equipe oscilou um pouco. Não conseguiu a classificação para a final da Liga Sul-Americana e caiu para a terceira colocação do NBB.

?Tivemos um momento ruim na temporada, quando foi o momento mais importante do nosso semestre. No final de semana da Liga Sul-Americana, acumulamos 18 jogos em 40 dias sem tempo para treinar. A partir dali, tivemos bons períodos de treino e isso é muito importante. Estamos conseguindo trabalhar bem e acertar muitas coisas?, explicou o treinador Gustavo De Conti.

Com mais treinamentos, o desempenho do rubro-negro carioca melhorou. Na caminhada até a final da Copa Super 8, o Flamengo passou pelo Life/Fitness Minas, por 92 a 74, e pelo Botafogo, no clássico carioca, por 99 a 88.  Para levantar o troféu do torneio, a equipe terá a difícil missão de bater o Sesi Franca, em grande fase, fora de casa.

?Franca vem jogando muito bem. Temos que fazer uma logística boa para chegar lá, pois não é fácil fazer essa viagem e jogar em tão pouco tempo, descansar, mostrar vídeos e conversar para ver o que podemos fazer nesta partida. Sempre fui a favor de fazer esse tipo de campeonato. Casou duas coisas boas, uma Copa que motiva bastante quem está em quadra e é mais um campeonato, além de uma época boa, que tem poucos jogos na televisão. Perdemos Natal e ano novo, mas isso faz parte da profissão?, afirmou o treinador.

Gazeta Esportiva

TAGS