Empresário quer atacante Vagner Love no FlamengoClube de Regatas do Flamengo | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Empresário quer atacante Vagner Love no Flamengo

Se depender do empresário Evandro Ferreira, o atacante Vagner Love pode voltar a vestir a camisa do Flamengo. Em entrevista divulgada pela imprensa turca, Ferreira explicou que como o Beksitas, da Turquia, atravessa um período de dificuldades, Love deve ser liberado e sua prioridade é voltar ao futebol brasileiro e, se possível, ao Flamengo. O [?]

15:30 | 21/12/2018

Se depender do empresário Evandro Ferreira, o atacante Vagner Love pode voltar a vestir a camisa do Flamengo. Em entrevista divulgada pela imprensa turca, Ferreira explicou que como o Beksitas, da Turquia, atravessa um período de dificuldades, Love deve ser liberado e sua prioridade é voltar ao futebol brasileiro e, se possível, ao Flamengo.

O atacante sempre se confessou um torcedor do rubro-negro carioca, clube que defendeu em 2010 e 2012, deixando boas lembranças na torcida.

Love tem contrato com o Besiktas até junho de 2020, mas não deve cumprir o contrato integralmente porque a equipe de Istambul tem a necessidade de negociar jogadores para melhorar a situação financeira. Na atual temporada, Vagner Love disputou 16 partidas e marcou sete gols.

A nova diretoria rubro-negra também está decidindo o futuro de alguns jogadores. É certo que Willian Arão vai ficar, mas existe muita indefinição em torno da permanência do goleiro Diego Alves, do volante Rômulo e dos atacantes Marlos Moreno e Geuvânio. Eles têm poucas chances de permanecer na Gávea.

Quem tem um contrato mais longo é Rômulo. Ele recebe um salário considerado muito elevado no clube e sua saída é vista como importante para aliviar a folha de pagamento. O empresário do volante já recebeu sondagens do AEK, da Grécia, mas ainda não tomou uma decisão. Para emprestar o jogador, a diretoria do Flamengo admite até pagar parte dos seus salários ao clube interessado.

Na temporada que se encerrou, Rômulo disputou apenas 13 partidas. Em dois anos de clube, o volante marcou apenas um gol.

Gazeta Esportiva

TAGS