Flamengo empata na estreia de Dorival e perde chance de liderarClube de Regatas do Flamengo | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Flamengo empata na estreia de Dorival e perde chance de liderar

O Flamengo foi a Salvador enfrentar o Bahia na noite deste sábado pela 27ª rodada do Brasileirão, e perdeu a chance de dormir na liderança ao empatar por 0 a 0, em uma de suas piores partidas na competição. Com a vitória do Grêmio sobre o Fluminense, na abertura da rodada mais cedo, o Rubro-Negro [?]

23:30 | 29/09/2018

O Flamengo foi a Salvador enfrentar o Bahia na noite deste sábado pela 27ª rodada do Brasileirão, e perdeu a chance de dormir na liderança ao empatar por 0 a 0, em uma de suas piores partidas na competição. Com a vitória do Grêmio sobre o Fluminense, na abertura da rodada mais cedo, o Rubro-Negro caiu mais uma posição e agora é o quinto colocado, com 49 pontos.

Para o Bahia, o resultado do jogo também não foi bom. Com 29 pontos na 14ª colocação, a equipe baiana pode terminar a rodada na zona do rebaixamento.

Na próxima rodada, o Flamengo reencontra o Corinthians novamente na Arena, na sexta-feira, às 21 horas. O Bahia visita o Grêmio no dia seguinte, em Porto Alegre.

O jogo ? A eliminação da Copa do Brasil na última quarta-feira para o Corinthians, que foi seguida pela demissão do técnico Maurício Barbieri, parecem ter abalado a confiança dos jogadores do Flamengo. No primeiro tempo em Salvador, a equipe Rubro-Negra em nada lembrou aquela que jogou no meio de semana na arena Corinthians. O time ?não entrou no jogo?, cometeu muitos erros de passe, inclusive não forçados, e praticamente só se defendeu. Nas poucas vezes em que conseguia escapar em contra-ataque, a falta de capricho no passe não permitia o prosseguimento das jogadas.

Já o Bahia optou por pressionar os visitantes com uma marcação alta desde a saída de bola adversária. Mas a equipe de Enderson Moreira também cometia muitos erros, contribuindo para o baixo nível técnico da partida.

A primeira conclusão a gol do jogo foi do Flamengo. Lucas Paquetá recebeu de Vitinho na entrada da área e arrisocu de longe, mas o chute saiu fraco e no meio do gol, e Anderson não teve dificuldade para encaixar a bola.

O primeiro lance de perigo para o Bahia foi aos 12 minutos, na cobrança de uma falta pela direita do ataque. Bruno cruzou, mas a bola passou pelos atacantes e Pará cortou do outro lado e cedeu o escanteio.

Aos 23, após bola cruzada na área, Léo Duarte afastou e a sobra ficou com Léo, que soltou uma bomba que passou raspando na trave esquerda e saiu pela linha de fundo.

O Bahia cresceu nos minutos finais do primeiro tempo. Aos 40, o primeiro lance polêmico. Após falta da intermediária que Gilberto bateu forte, a bola espirrou na barreira e caiu na marca do pênalti. Cuéllar cortou e chutou na mão de Léo Duarte, e na sobra Zé Rafael chutou prensado por cima do gol. Os jogadores do Bahia pediram pênalti, mas o árbitro deu só o escanteio.

Aos 46, Zé Rafael saiu costurando a defesa do Flamengo, entrou na área e, quando ia sair na cara de César, caiu. Os baianos novamente cercaram o árbitro pedindo pênalti, mas o juiz mandou seguir o jogo.

Depois do primeiro tempo morno, a etapa final começou mais corrida, especialmente por conta dos rubro-negros. O Bahia, por sua vez, não tinha o mesmo ritmo. O jogo, porém, continuou com muitos erros de ambas as partes.

Aos seis minutos, o Fla perdeu sua melhor chance na partida até então. Pará, livre de marcação na direita, levantou na área para Vitinho, que subiu junto com Anderson. O goleiro do Bahia não segurou e deixou a bola cair na frente do atacante do Fla. Vitinho tentou a conclusão mas a bola escapou e o chute saiu muito fraco, e a zaga do Bahia conseguiu cortar e evitar o gol.

O Bahia dava sinais de cansaço, e o Flamengo começou a pressionar mais, mas os erros no ataque continuavam. Sem criatividade, a equipe carioca lançava mão dos cruzamentos na área, mas continuava sem acertar nas finalizações.

Enderson Moreira decidiu dar novo gás ao time e trocou Ramires por Vinícius. A mudança deu resultado e o Bahia voltou a crescer no jogo. Os últimos 15 minutos de partida foram de grande intensidade.

Aos 34, Elber fez um Carnaval na defesa do Flamengo. Primeiro ele desceu pela direita e tocou para Bruno, que cruzou na área. Vinícius tentou tocar para o gol, mas falhou e a bola passou pela área e foi cortada. O rebote era de Paquetá, mas Elber tomou a bola e mandou um balaço, que César defendeu de soco. No rebote, Cuéllar dominou na entrada da área, mas Elber apareceu mais uma vez e recuperou, entrou na área e se chocou com Réver, que cortou para escanteio.

No minuto seguinte, Zé Rafael recebeu no bico esquerdo da área, ajeitou e soltou a bomba. A bola passou perto da trave direita de César e saiu pela linha de fundo.

Trauco sentiu lesão e foi substituído por Renê, que participou da bola do jogo aos 49 minutos. O lateral recebeu de Paquetá e levantou na área do Bahia. William Arão, livre cabeceou para fora e perdeu chance incrível de deixar o Flamengo dormir na liderança.

FICHA TÉCNICA

BAHIA-BA 0 X 0 FLAMENGO-RJ

Local: Estádio da Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: Sábado, 29/09/2018

Hora: 21h (Brasília)

Árbitro: Igor Benevenuto de Oliveira(CBF-MG)

Assistentes: Felipe Alan de Oliveira e Ricardo Junio de Souza(CBF-MG)

Renda: R$ 1.171.225,00

Público: 31.626

Cartões amarelos: Elber, Douglas Grolli (Bahia); Everton Ribeiro (Fla)

BAHIA: Anderson, Bruno (Nino Paraíba), Douglas Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Flávio, Gregore, Zé Rafael (Clayton) e Ramires (Vinícius): Elber e Gilberto

Técnico: Enderson Moreira

FLAMENGO: César; Pará, Léo Duarte, Réver e Trauco (Renê); Cuéllar, Wilian Arão e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro, Vitinho (Berrío) e Lincon (Marlos Moreno)

Técnico: Mauricio de Souza

Gazeta Esportiva

TAGS