PUBLICIDADE
Esportes

Ederson finaliza quimioterapia e pode voltar a treinar na próxima semana

O meia Ederson deu mais um importante passo em sua impressionante recuperação da retirada de um tumor no testículo. Após a realização da cirurgia no mês de julho, o Flamengo divulgou nesta quarta-feira que o atleta encerrou o processo de tratamento por quimioterapia, tendo sua última sessão realizada na última segunda. A expectativa agora é [?]

17:15 | 11/10/2017

O meia Ederson deu mais um importante passo em sua impressionante recuperação da retirada de um tumor no testículo. Após a realização da cirurgia no mês de julho, o Flamengo divulgou nesta quarta-feira que o atleta encerrou o processo de tratamento por quimioterapia, tendo sua última sessão realizada na última segunda.

A expectativa agora é de um retorno gradual aos gramados. O atleta, porém, tem chances de voltar aos treinamentos leves já na próxima semana.

?Dentro da nossa expectativa, ele tem respondido acima da média, tido um resultado extremamente satisfatório, o que nos deixa animados? afirmou o Dr. Marcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo. ?Ederson fez consulta com médico especialista nesta terça e, se tudo correr bem, já na próxima semana esperamos que ele possa retornar aos treinamentos, ainda que de forma gradual?, projetou.

Depois do susto do diagnóstico da doença e todo o processo de recuperação, Ederson não escondeu o alívio com o fim das sessões de quimioterapia.

?Finalmente estou chegando na fase final do tratamento! Fiz a última sessão na segunda. Graças a Deus, estou me sentindo bem. Tanto eu como os médicos estamos otimistas, até pela sensação como estou. Indo tudo bem, sempre positivo?, disse o jogador, que ainda passará por exames no início de novembro. ?O período mais difícil acreditamos que já ficou para trás. Enquanto aguardamos resultados dos exames que serão feitos em novembro, vou dando progressão à minha condição física?, completou.

O meia ainda fez questão de agradecer a todos envolvidos em seu processo de recuperação. ?Aproveito para agradecer a todos do Flamengo, que estão me apoiando muito. A todos os torcedores, pelas várias mensagens de apoio e carinho que recebi, e à minha família, que me apoiou muito neste período complicado. Não vejo a hora de fazer o que mais gosto, estar com meus companheiros treinando e me preparando para os jogos?, finalizou.

Se tratando desde julho após a identificação do tumor no testículo, Ederson não entra em campo desde junho deste ano, quando atuou diante do Avaí. O atleta, devido à gravidade da doença, ainda não tem previsão de retorno aos gramados.

Gazeta Esportiva

TAGS