PUBLICIDADE
Cruzeiro
Noticia

Cruzeiro dispensa Adilson Batista após derrota contra o Coimbra

A Raposa perdeu por 1 a 0, no Estádio Independência. Coimbra não havia vencido nem sequer uma partida no Campeonato Mineiro

20:05 | 15/03/2020
Adílson treinou o Cruzeiro nos últimos três jogos do clube.
Adílson treinou o Cruzeiro nos últimos três jogos do clube. (Foto: Reprodução)

A segunda passagem do técnico Adilson Batista pelo Cruzeiro terminou na tarde deste domingo. Após a derrota por 1 a 0 contra o modesto Coimbra, sofrida no Estádio Independência, o clube celeste tomou a decisão de dispensar os serviços do comandante.

Algoz do Cruzeiro, o Coimbra, seriamente ameaçado pelo rebaixamento, ainda não havia vencido nem sequer uma partida no Campeonato Mineiro. Em crise, o time celeste ganhou apenas uma das últimas nove partidas disputadas, sequência que custou o cargo de Adilson.

O treinador entrou na berlinda na noite da última quarta-feira, quando o Cruzeiro perdeu por 2 a 0 do CRB na primeira partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil, em pleno Mineirão. Adilson Batista ainda ganhou sobrevida, mas não resistiu ao novo revés.

Com 14 pontos, três a menos que a Caldense, o Cruzeiro figura apenas no quinto lugar do Campeonato Mineiro, fora da zona de classificação às semifinais. Por conta do coronavírus, a Federação Mineira de Futebol (FMF) decidiu suspender o campeonato estadual por tempo indeterminado.

Pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro volta a campo para enfrentar a URT, no Estádio do Mineirão. Com o próximo confronto ainda sem data definida, a diretoria do time celeste pode trabalhar para buscar um sucessor para Adilson Batista.