Cruzeiro empata com o Bahia e chega ao quinto jogo sem vitória no BrasileiroCruzeiro Esporte Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Cruzeiro empata com o Bahia e chega ao quinto jogo sem vitória no Brasileiro

Neste domingo no Estádio do Mineirão, Cruzeiro e Bahia se enfrentaram pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Em um jogo equilibrado, o placar de 1 a 1 refletiu bem o que foi o jogo durante os 90 minutos. Os gols foram marcados por Douglas Grolli e Thiago Neves O primeiro [?]

15:31 | 20/08/2018

Neste domingo no Estádio do Mineirão, Cruzeiro e Bahia se enfrentaram pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Em um jogo equilibrado, o placar de 1 a 1 refletiu bem o que foi o jogo durante os 90 minutos. Os gols foram marcados por Douglas Grolli e Thiago Neves

O primeiro tempo foi marcado por poucas emoções, mas com o Esquadrão tendo as principais oportunidades. Na segunda parte do jogo, a Raposa acordou, criou chances, mas acabou saindo atrás no placar. Entretanto, conseguiu o empate rapidamente e teve tempo para virar, mas não conseguiu.

Barcos, atacante contratado para a segunda metade da temporada, acabou fazendo uma partida abaixo do esperado, e a torcida começou a vaiá-lo enquanto a bola rolava. Com o resultado, os mineiros chegam aos 26 pontos conquistados no Brasileirão e ao quinto jogo sem vitória na competição, são três derrotas e dois empates na sequência, e ocupando apenas a oitava colocação. Os comandados de Enderson Moreira por sua vez, seguem crescendo, com 22 pontos.

Na próxima rodada, os comandados de Mano Menezes medem forças contra o Grêmio, na Arena, em Porto Alegre. O Tricolor recebe o Internacional.

Cruzeiro pobre, e Bahia com as principais chances

Os primeiros movimentos no Mineirão foram muito estudados. As equipes priorizavam mais a troca de passes, mas sem grande objetividade.

A primeira boa chegada foi aos 16 minutos. Barcos virou o jogo para a direita, buscando Thiago Neves. O meia dominou e bateu, mas acabou sendo travado. Quatro minutos depois, foi a vez do Esquadrão responder. Zé Rafael lançou Élber, que na linha de fundo cruzou. Na confusão, a bola sobrou para Gilberto, que carimbou Egídio na finalização.

O Bahia seguia fazendo um bom primeiro tempo e voltou a levar perigo com Zé Rafael. O meia arriscou de perna esquerda um chute cruzado, que passou a esquerda de Fábio.

Com quase 40 minutos de bola rolando, o time de Mano Menezes fazia mais uma atuação bem abaixo do esperado. O time era pobre em criação, se defendia bem, mas corria riscos quando os visitantes escapavam no contra-ataque, como na finalização de Gilberto de fora da área. A bola passou perto do gol cruzeirense. O último lance do primeiro tempo foi uma falta cobrada por Thiago Neves, mas a bola foi por cima do gol.

Segundo tempo movimentado e com gols

A etapa complementar foi bem melhor que o primeiro tempo. Logo aos dois minutos, Lucas Fonseca falhou e Lucas Silva mandou um canudo pela linha de fundo. O Cruzeiro seguia na pressão. Thiago Neves deu belo passe para Barcos, mas o Pirata acabou desperdiçando uma chance clara de abrir o placar.

A Raposa acabou sofrendo com uma das máximas do futebol: quem não faz, toma. Aos 14 minutos, após escanteio curto, Vinícius cruzou na área, e Douglas Grolli subiu sozinho, com tranquilidade e abriu o placar no Mineirão.

Quatro minutos depois, os donos da casa empataram o jogo. Bruno cortou mal, e a bola sobrou limpa para Egídio. O lateral-esquerdo cruzou na cabeça de Thiago Neves, que cabeceou com perfeição e deixou tudo igual.

Os comandados de Mano Menezes seguiam na pressão e quase viraram aos 20 minutos com Thiago Neves, em chute de fora da área, que passou a direita da meta de Anderson.

Depois, o Esquadrão optou por esfriar o jogo. Enderson Moreira fazia alterações e o time quando tinha a bola prendia bem a posse. O empate era visto com bons olhos para os baianos. O Cruzeiro seguia na pressão, mas faltava criar mais chances, principalmente depois do empate.

No final do jogo, aos 45 minutos, a Raposa ainda teve uma chance com Barcos, que girou e bateu, mas a bola foi pela linha de fundo. Na base do abafa, Dedé ainda quase marcou depois de cruzamento de Patrick. Esta foi a última chance da partida, que acabou empatada em 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 BAHIA

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 19 de agosto de 2018

Horário: 16h00 (horário de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Carlos Henrique Cardoso de Souza, ambos do RJ

Cartões amarelos: Robinho e Henrique (Cruzeiro)Gregoge e Elton (Bahia)

Cartões vermelhos: ?

Público: 24.367 pagantes

Renda: R$ 387.435,00

Gols:

CRUZEIRO: Thiago Neves aos 18 minutos do segundo tempo

BAHIA: Douglas Grolli aos 14 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Patrick), Robinho (Mancuello) e Thiago Neves; David (Rafinha) e Barcos.

Técnico: Mano Menezes

BAHIA: Anderson; Bruno, Douglas Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Élber (Marco Antônio), Vinícius (Régis) e Zé Rafael; Gilberto (Edigar Junio).

Técnico: Enderson Moreira

Gazeta Esportiva

TAGS