PUBLICIDADE
Esportes

Clássico mineiro tem bastidores conturbados e STJD no meio

A rivalidade entre Atlético e Cruzeiro passa os limites das quatro linhas e já alcança as diretorias. Mais um capítulo vem sendo escrito na semana do jogo entre as equipes, na tarde deste sábado, às 16h (de Brasília), no Independência. Desta vez, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) precisou entrar em campo. Tudo por [?]

15:45 | 18/05/2018

A rivalidade entre Atlético e Cruzeiro passa os limites das quatro linhas e já alcança as diretorias. Mais um capítulo vem sendo escrito na semana do jogo entre as equipes, na tarde deste sábado, às 16h (de Brasília), no Independência. Desta vez, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) precisou entrar em campo.

Tudo por problemas na liberação de ingressos. Segundo foi estabelecido em reunião na Federação Mineira de Futebol (FMF), na terça-feira, o Atlético deveria enviar os dados bancários ao Cruzeiro para o clube azul fazer o deposito referente a compra dos 1.852 bilhetes.

O Atlético enviou os dados na quinta-feira pela manhã. De acordo com o Cruzeiro, a transferência foi feita de maneira imediata. A Raposa, no entanto, reclamou e acionou o STDJ irritada com a demora do repasse dos ingressos, que ainda não tinham sido feitos nesta sexta-feira pela manhã.

Na reclamação do Cruzeiro, o Atlético não respeitou o Estatuto do Torcedor, que garante que os bilhetes devem estar a venda, pelo menos, 72h antes do horário marcado para iniciar a partida.

O Atlético, entretanto, argumenta que o clube trabalha conforme a ata da reunião. Segundo o clube, o acordo estabelecia que teria até 24h após o deposito bancário do Cruzeiro para repassar os bilhetes.

Gazeta Esportiva

TAGS