PUBLICIDADE
Esportes

Mano assume culpa por gols de bola parada e vê decisão aberta

O Cruzeiro falhou na tentativa de manter a vantagem de jogar por dois resultados iguais diante do Atlético-MG na decisão do Campeonato Mineiro. Após a derrota por 3 a 1 sofrida na tarde deste domingo, o técnico Mano Menezes assumiu a culpa e reiterou que a disputa segue aberta. O Atlético-MG sofreu os três gols [?]

19:15 | 01/04/2018

O Cruzeiro falhou na tentativa de manter a vantagem de jogar por dois resultados iguais diante do Atlético-MG na decisão do Campeonato Mineiro. Após a derrota por 3 a 1 sofrida na tarde deste domingo, o técnico Mano Menezes assumiu a culpa e reiterou que a disputa segue aberta.

O Atlético-MG sofreu os três gols entre os 36 e os 45 minutos do primeiro tempo, sempre em jogadas de bola parada iniciadas pelo venezuelano Otero. Ao final da partida, o comandante preferiu não analisar individualmente a performance de seus atletas.

?Não adianta a gente querer individualizar para um jogador. Não é correto e não vou fazer isso. Sou o responsável pela equipe, sou o responsável pela bola parada. Minha equipe tomou três gols de bola parada e eu sou o responsável por isso?, afirmou Mano Menezes.

Na tentativa de reduzir a vantagem do arquirrival para a segunda partida, o técnico trocou Ariel Cabral, Rafinha e Raniel por Mancuello, Arrascaeta e Sassá, respectivamente. Para Mano Menezes, o gol marcado pelo uruguaio manteve o Cruzeiro na briga pelo título.

?É um gol que que deixa a final aberta. Vamos ter que jogar mais? É claro que vamos ter que jogar mais. Não acho que merecemos vencer, mas o placar estava muito dilatado para o que as equipes apresentaram. Deixamos a vantagem do lado do nosso adversário e vamos ter que recuperá-la. Penso que temos condição de fazê-lo?, declarou.

O segundo e decisivo confronto pela decisão do título do Campeonato Mineiro está marcado para as 16 horas (de Brasília) do próximo domingo, no Estádio do Mineirão. Com o placar alcançado no Independência, o Atlético-MG pode perder por até um gol de diferença. O Cruzeiro, com melhor campanha, é campeão se vencer por dois gols.

Gazeta Esportiva

TAGS