PUBLICIDADE
Esportes

Dedé evita ideia de queda de rendimento: ?a bola não entrou?

O Cruzeiro apresentou uma leve queda de rendimento diante do Tupi, pelas semifinais do Campeonato Mineiro, mas a situação ficou mais acentuada nos duelos contra Atlético e Vasco, final do Mineiro, e pela fase de grupos da Copa Libertadores, respectivamente. Para o zagueiro Dedé, no entanto, a equipe criou, mas falhou no momento da finalização. [?]

18:15 | 06/04/2018

O Cruzeiro apresentou uma leve queda de rendimento diante do Tupi, pelas semifinais do Campeonato Mineiro, mas a situação ficou mais acentuada nos duelos contra Atlético e Vasco, final do Mineiro, e pela fase de grupos da Copa Libertadores, respectivamente. Para o zagueiro Dedé, no entanto, a equipe criou, mas falhou no momento da finalização.

?Não concordo com a ideia de que o time caiu de produção nos dois últimos jogos. A gente continua fazendo boas partidas. Criamos boas chances contra o Vasco, mas a bola não entrou. Contra o Atlético, tivemos uma apagão, mas corremos atrás e fizemos um gol, que nos deu ainda mais confiança para o jogo de volta da final do Mineiro?, afirmou o zagueiro Dedé.

Com dois duelos sem vitórias, Dedé ressaltou que a equipe sente o peso de ficar duas partidas sem triunfos, mas acredita que o grupo vai dar a volta por cima.

?É muito ruim ficar dois jogos sem vitória, mas temos um elenco preparado e maduro e que foi campeão da Copa do Brasil no ano passado. Sabemos de nossa força e o torcedor pode ter certeza de que ainda vamos dar muitas alegrias nesta temporada?, disse Dedé.

Fato é que após o jogo contra o Vasco, no meio de semana, pela Libertadores, os jogadores deixaram o gramado do Mineirão com vaias da torcida. Dedé lamentou as críticas.

?A gente ficou triste com as vaias, mas aproveito para convocar o nosso torcedor para o clássico de domingo. Peço que ele acredite e nos incentive, porque vamos fazer de tudo para sermos campeões?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS