PUBLICIDADE
Esportes

Fred tem lesão em dois ligamentos e prazo para recuperação é de até oito meses

Ainda no primeiro tempo do jogo contra o Tupi, nesse domingo, pelo Campeonato Mineiro, o atacante Fred se contundiu. As imagens mostradas pela TV são fortes e o diretor médico da Raposa, Sérgio Campolina deu detalhes sobre a lesão. Campolina explicou que houve uma ruptura do ligamento cruzado anterior e de um ligamento lateral secundário. [?]

17:45 | 26/03/2018

Ainda no primeiro tempo do jogo contra o Tupi, nesse domingo, pelo Campeonato Mineiro, o atacante Fred se contundiu. As imagens mostradas pela TV são fortes e o diretor médico da Raposa, Sérgio Campolina deu detalhes sobre a lesão.

Campolina explicou que houve uma ruptura do ligamento cruzado anterior e de um ligamento lateral secundário.

?No último jogo, o atleta Fred teve um trauma no joelho, naquele lance, um trauma atípico, onde fez um movimento de rotação e estresse, como nós chamamos, ou seja, ele fez um movimento giratório, que não é o comum de um atleta de futebol. Geralmente essas lesões acontecem com o pé no chão. Quando eu o examinei, percebi que havia algo de preocupante, levei para o vestiário e imediatamente o encaminhei para fazer exames de imagem, que confirmaram minha suspeita clínica de lesão do ligamento cruzado. Além dessa lesão, ele teve uma outra, da parte periférica, da parte não articular do joelho, de um ligamento lateral?, destacou o ortopedista.

O médico cruzeirense ainda salientou que o procedimento cirúrgico deve ocorrer ainda nesta semana.

?Comentei com ele e vou comentar com vocês a mesma coisa, que pelo mecanismo de lesão que ele teve, foi uma lesão menos grave que ele poderia ter, aquela lesão, aquele movimento, é uma lesão de movimento complexo, em que os ligamentos centrais rompem: cruzado anterior, cruzado posterior, menisco, ligamento colateral medial, ligamento lateral, e felizmente, de todas as lesões possíveis, ele teve associação menos grave. São lesões cirúrgicas, deve estar realizando esse procedimento cirúrgico esta semana ainda, está terminando exames pré-operatórios, e assim que for liberado pelo cardiologista, pelo anestesista, eu irei realizar o procedimento. Alguns exames nossos serão realizados com nossos parceiros?, acrescentou.

O ortopedista ainda explicou que o fato de Fred ter machucado a perna mais forte, que usa para fazer os principais movimentos de força e chutar, vai auxiliar na recuperação.

?A recuperação no lado dominante é muito melhor. Se for para escolher um joelho, escolha para machucar o joelho dominante. A recuperação do lado dominante é muito melhor. A perna de apoio é muito mais recrutada. Existe uma questão da inteligência articular, a inteligência do lado dominante é muito maior, a musculatura é mais responsiva, ou seja, ele perde massa muscular pelo repouso que está nele, mas vai recuperar muito mais rápido por ser o lado dominante do que se fosse o outro lado (esquerdo). E o Fred é um atleta muito forte. Isso vai ajudá-lo na cirurgia. O ligamento não tem como ser recuperado, a gente o substitui. E a gente usa uma estrutura do próprio joelho para fazer esse ligamento. E ele sendo forte, o ligamento fica mais forte?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS