PUBLICIDADE
Esportes

Mano elogia Edilson, mas pede para lateral não apoiar tanto

A vitória do Cruzeiro sobre o América, por 1 a 0, na tarde desse domingo, passou pela lateral-direita. O que antes era um problema para o clube celeste virou uma excelente opção. Além de fazer o cruzamento para o belo gol de Arrascaeta, o ala azul celeste foi um dos campeões de desarmes da equipe. [?]

15:30 | 05/02/2018

A vitória do Cruzeiro sobre o América, por 1 a 0, na tarde desse domingo, passou pela lateral-direita. O que antes era um problema para o clube celeste virou uma excelente opção. Além de fazer o cruzamento para o belo gol de Arrascaeta, o ala azul celeste foi um dos campeões de desarmes da equipe.

Em sua entrevista coletiva, o técnico Mano Menezes comemorou a situação, mas fez um alerta para os avanços ofensivos de Edilson.

?Não foi um cruzamento, foi uma assistência mesmo. Ele levantou a cabeça e colocou em boa condição para o Arrascaeta. É um jogador que acrescenta ofensivamente, seja com chutes de bola parada ou com jogadas importantes. Ele não precisa chegar 20 vezes à linha de fundo, no meu time ele pode chegar menos?, destacou Mano.

O gol de Arrascaeta foi muito bonito. Edilson avançou na linha de fundo, levantou a cabeça e colocou o uruguaio de frente para o gol para marcar. Mano brincou com o belo tento anotado.

?Eu havia pedido ao Arrascaeta um golzinho hoje. Falei com ele agora que poderia ser feinho, não precisa ser esse golaço que ele fez. Mas isso tem ver com as mais de 50 mil pessoas no Mineirão?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS